Buscar no Cruzeiro

Buscar

Cultura

Carros do Ouro Verde chegam a Sorocaba

Movimento de Preservação Ferroviária recebeu também a doação de duas locomotivas elétricas 40 toneladas

13 de Julho de 2021 às 00:01
Da Redação [email protected]
No total, cinco carros da Ouro Verde devem ser resgatados e trazidos para Sorocaba.
No total, cinco carros da Ouro Verde devem ser resgatados e trazidos para Sorocaba. (Crédito: DIVULGAÇÃO)

A Sorocabana -- Movimento de Preservação Ferroviária realizou, nos dias 24 e 25 de junho, o transporte dos dois primeiros carros de passageiros do projeto EFS Ouro Verde 80 Anos -- ação viabilizada por intermédio do Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo (ProAC ICMS) com apoio das empresas Votorantim Cimentos, Sorocaba Refrescos, Rumo Logística e Unniroyal. O Movimento ainda anuncia ter recebido a doação de duas locomotivas elétricas modelo 40 toneladas (B-B 80/80-4GHM829AEI) construídas em 1946 pela General Electric.

O projeto objetiva o resgate de cinco carros de passageiros construídos na Alemanha, em 1937, pela Linke-Hofmann-Werke, e que compunham o mais famoso trem da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), o primeiro da companhia a ser construído em aço e responsável pela ligação ferroviária entre São Paulo, Sorocaba e Assis, chegando posteriormente a Presidente Epitácio.

A primeira operação consistiu no içamento, transporte por via rodoviária e descarregamento do carro Bagagem-Correio EF-201, localizado em Engenheiro Acrísio (região de Mairinque/SP); e do carro de 1ª Classe B-202, situado em Pirambóia, próximo a Anhembi/SP, ambos cedidos pela União. Nas próximas semanas serão transportados outros três veículos doados à Sorocabana e que completam o trem: um carro de 2ª Classe, um restaurante e um dormitório-salão.

Exposição

Após trabalhos de higienização e estabilização de corrosões, os cinco carros serão utilizados como espaço de uma exposição temporária e ação de educação patrimonial no Centro de Memória Ferroviária de Sorocaba/SP, na Estação Paula Souza, em alusão à história do Trem Ouro Verde e da ligação ferroviária de passageiros no Estado de São Paulo. O projeto contempla, ainda, a digitalização de 1,2 mil desenhos técnicos fornecidos pela indústria ferroviária alemã à Estrada de Ferro Sorocabana quando da aquisição do trem e que subsidiarão, além da mostra temporária, futuros projetos de restauração dos cinco veículos.

Locomotivas elétricas modelo 40 toneladas ficarão expostas. - DIVULGAÇÃO
Locomotivas elétricas modelo 40 toneladas ficarão expostas. (crédito: DIVULGAÇÃO)

Pelo valor tecnológico, cultural e social do Trem Ouro Verde para a história da ferrovia em São Paulo, as ações foram submetidas ao Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo (Condephaat), que autorizou as operações logísticas e a realização do projeto.

EF Elétrica Votorantim

Serão preservadas no Centro de Memória Ferroviária de Sorocaba, na Estação Paula Souza, mantido pela Sorocabana -- Movimento de Preservação Ferroviária, duas locomotivas elétricas modelo 40 toneladas (B-B 80/80-4GHM829AEI) construídas em 1946 pela General Electric, em Schenectady, Nova York, nos Estados Unidos, para a Estrada de Ferro Elétrica Votorantim (EFEV) -- cuja eletrificação, implantada entre 1921 e 1922, comemora seu centenário.

Elas estavam desativadas na unidade Santa Helena da Votorantim Cimentos, em Votorantim, e foram doadas pela empresa como forma de preservação do seu patrimônio histórico e industrial, tendo sido transportadas nos dias 26 e 27 de junho de volta à Estação Paula Souza, marco inicial da ferrovia entre Sorocaba e Votorantim, onde operaram entre 1946 e o final da década de 1980.

Segundo Mantuan, a aquisição das locomotivas remonta à expansão das atividades industriais da S.A. Indústrias Votorantim (SAIV) nas décadas de 1930 e 1940, a partir da inauguração das fábricas Santa Helena, de cimento, e Votocel, de papel celofane, levando ao considerável aumento de transporte na ferrovia.

Em razão das restrições sanitárias provocadas pela pandemia da Covid-19, o Centro de Memória Ferroviária de Sorocaba recebe visitantes mediante agendamento, o qual pode ser feito pela página facebook.com/mpefsorocabana. A Estação Paula Souza fica na rua Dr. Paula Souza nº 420, Centro, em Sorocaba/SP. (Da Redação)

Galeria

Confira a galeria de fotos