Cultura

Musicais no TMTV marcam o aniversário de Sorocaba

Felipe Shikama – felipe.shikama@jornalcruzeiro.com.br

Dois espetáculos musicais serão apresentados nesta terça-feira (14) e quarta-feira (15) no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV), dentro da programação de aniversário de 364 anos de Sorocaba, comemorado no dia 15 de agosto. Também como parte da agenda comemorativa, o TMTV recebe nesta quarta, às 20h, o desfile “Moda & Arte Sem Barreiras”. Para cada uma das três atividades os ingressos serão distribuídos mediante a doação de um litro de leite, que será revertido ao Fundo Social de Solidariedade (FSS). O TMTV fica na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, s/nº, no Alto da Boa Vista, ao lado do Paço Municipal.

Nesta terça, às 19h, a população poderá conferir o musical “De onde vem a noite”, da Companhia Musical Sorocabana. Baseado na obra “O livro das origens”, de José Arrabal, o espetáculo contará com a participação do Grupo de Referência de Coro e Percussão do Projeto Guri de Sorocaba.

Com texto de Vinícius Arantes, direção de Felipe Gadaian e direção musical de Daniel Guimarães, “De onde vem a noite” é inspirado em uma lenda dos índios da Amazônia no período em que não havia noite, só o dia. Guardada pela ancestral Cobra Grande, a Boiúna, a noite estava presa dentro de um coco de tucumã. Para muitos, a noite era apenas uma lenda, algo nunca visto por eles. Um dia, o grande guerreiro da tribo, Takuarã, casa-se com a filha da Cobra Grande e mandar buscar o coco de tucumã para que a noite seja liberta.

Leia mais  Parque dos Espanhóis terá bailinho de garagem

A Companhia Musical Sorocabana é formada por um grupo de artistas que trabalham o teatro musical através de textos e música originais com acompanhamento instrumental ao vivo. As atividades desenvolvidas pelo grupo vão de oficinas a montagens de espetáculos. O elenco do espetáculo é formado por Talisson Santos, Lisa Bittar, Mary Ellen Pires, André Polez, João Paulo Oliveira e Dudu Martins.

Projeto Abracadabra trabalha a integração e a inclusão no palco
Na quarta-feira, feriado municipal, às 18h, o TMTV receberá o espetáculo musical “Os Saltimbancos”, do projeto Abracadabra, mantido pela Associação Cultural Fazendo Arte. Com a participação de cerca de 30 alunos, dentre eles, pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais, a apresentação traz uma versão especial de uma das obras de teatro musical infantil mais famosas e importantes do Brasil.

“Os Saltimbancos” é livremente inspirado na obra de Sergio Bardotti e música de Luis Enríquez Bacalov, adaptado no Brasil por Chico Buarque de Holanda, que narra os conflitos, as desilusões e insatisfações de quatro espécies de animais com os maus tratos exercidos por seus patrões e, diante desse problema, a decisão de fugir e tentar a vida na cidade grande como artistas.

Leia mais  Claudia Rodrigues está internada em UTI de hospital em São Paulo

Associação Cultural Fazendo Arte mantém projeto com pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais - DIVULGAÇÃO

Associação Cultural Fazendo Arte mantém projeto com pessoas com síndrome de down, deficiências físicas e intelectuais – DIVULGAÇÃO

A peça tem direção geral de Junior Mosko e concepção de Emerson Yan, cuja proposta incentiva a expressão de liberdade cênica em momentos em que se consegue transmitir, ver e sentir que o mundo também é dos atores. O trabalho é fruto de dois anos de pesquisa, sendo essa a sétima montagem do grupo, produzida a partir de textos e desenhos adaptados por Everton Oliveira.

O musical apresenta músicas cantadas e tocadas ao vivo, com instrumentos de corda e percussão, colocando a personalidade dos atores nas músicas, mas sem perder a essência e sentido original. O espetáculo conta ainda com a participação de mães e pais dos atores, que também confeccionaram todo o figurino e o cenário da montagem.

Integração 

Junior Mosko assinala que as aulas e os encontros do projeto Abracadabra trabalham a integração e interação das pessoas com síndrome de down, por meio de atividades que exercitam a melhoria das relações, a autoestima e os valores de cooperação e solidariedade.

A Associação Fazendo Arte é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2009 por iniciativa do ator e diretor Junior Mosko em parceria com o ator Douglas Turri, e que tem como principal objetivo promover atividades artísticas e culturais. O projeto Abracadabra, por sua vez, visa tratar de forma igualitária e inclusiva todos que o buscam, não fazendo distinção alguma entre pessoas e diferentes realidades. “Em “Os saltimbancos” os valores não são diferentes, pois as cenas são abrilhantadas com as potencialidades e singularidades de cada ator, independente de quaisquer deficiências”, diz.

Leia mais  Sam Mendes e '1917' triunfam no Bafta a uma semana do Oscar

Também na quarta, às 20h, o TMTV receberá o desfile “Moda & Arte Sem Barreiras”. Promovido pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur), o desfile mostrará diferentes momentos, experiências e emoções através de uma performance contemporânea protagonizada por pessoas com deficiências física e intelectual.

Criado a partir de oficinas artísticas com a metodologia exclusiva do Projeto ModelArts (via agência ID models), os integrantes desenvolveram atividades para afinar seus instrumentos de comunicação e expressão, concebendo uma performance contemporânea no formato de desfile, executado exclusivamente com deficientes físicos e intelectuais ligados ao Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (CMPcD), Apae, além de pára-atletas frequentadores do Centro Esportivo Vila Gabriel. “Nossa equipe atualmente está com cerca de 20 participantes, todos eles são deficientes físicos ou intelectuais. Essa parceria com a Secultur foi o que viabilizou e deu suporte para toda a execução do projeto e novas possibilidades para o desenvolvimento de produtos culturais além do enriquecimento do patrimônio artístico regional”, afirma Ismael Alcam, fundador do projeto ModelArts.

Comentários