Cultura

Morre o baixista Arthur Maia, aos 56 anos, em Niterói

Reconhecido como um dos principais baixistas brasileiros, Maia acompanhou grandes nomes da MPB

O músico Arthur Maia morreu, aos 56 anos, na tarde deste sábado, 15, no município de Niterói (RJ). Ele sofreu parada cardíaca, foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Mário Monteiro, no bairro de Piratininga, na região oceânica da cidade, mas não resistiu.

Músico sofreu parada cardíaca e não resistiu. Crédito da foto: Divulgação

Reconhecido como um dos principais baixistas brasileiros, Maia acompanhou shows e gravações de grandes cantores como Caetano Veloso e Gilberto Gil. Maia iniciou carreira tocando bateria, mas migrou para o baixo elétrico assim que ganhou seu primeiro instrumento, aos 17 anos. A técnica, herdou do tio Luizão Maia, também baixista. (Estadão Conteúdo)

Comentários