Cultura

Longa com Gael García Bernal está liberado por 24 horas

“Ema” conta a história de um coreógrafo e sua mulher bailarina, cuja relação azeda depois de adotarem um menino
Longa com Gael García Bernal está liberado por 24 horas
“Ema” pode ser visto no streaming da Imovision, como aperitivo para o futuro lançamento do longa. Crédito da foto: Divulgação

Com as salas da Reserva Cultural fechadas, em São Paulo e em Niterói, o empresário Jean-Thomas Bernardini está tendo de se reinventar. Sua distribuidora, a Imovision, estava parada, mas voltou a lançar os títulos de sua cartela autoral. O primeiro fim de semana, o passado, foi de comemoração. Mais de 500 Blu-Ray e DVDs vendidos. A expectativa é de que o sucesso da loja virtual prossiga aquecido, mas hoje, antecipa-se como especial.

Num dia de feriado, as salas no conjunto da Paulista estariam lotadas, mas agora Jean-Thomas espera que a corrida seja para o streaming da Imovision que, desde a meia-noite está disponibilizando, de graça, em pré-estreia mundial, o novo filme do chileno Pablo Larraín, “Ema”. Em tempos de pandemia, quando as pessoas que podem estão isoladas em casa, a produtora de Larraín e seus parceiros em 50 países de todo o mundo liberaram “Ema” por 24 horas, como aperitivo para o futuro lançamento do longa.

Leia mais  Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert estrelam projeto familiar no GNT

Larraín, de 43 anos, é um dos mais conhecidos diretores do Chile. Concorreu ao Oscar em 2013, por “No”, ao Globo de Ouro em 2015, por “O clube”. O novo filme, com Mariana Di Girolamo e Gael García Bernal, estreou em Veneza no ano passado e, logo em seguida, foi para outro grande festival, Toronto.

“Ema” conta a história de um coreógrafo (Gael) e sua mulher bailarina (Mariana). A relação azeda depois que adotam um menino que provoca um incêndio (e deforma o rosto da irmã dela). Estão a ponto de se separar. Jean-Thomas diz que é um filme estranho, que parece ir numa direção, mas muda o rumo e, no final, tem uma reviravolta que ele, como espectador, achou sensacional. “Tenho certeza de que o público vai amar!”, garante. (Estadão Conteúdo)

Comentários