Cultura Mais Cruzeiro

Landa Lopes é tema de exposição na Biblioteca Infantil

A artista, que se destacou como atriz, pintora e compositora, completaria 100 anos
Landa Lopes é tema de exposição na Biblioteca Infantil
Destaque na área cultural da cidade e região, Landa Lopes faleceu no dia 24 de novembro de 2006. Crédito da foto: Reprodução

A poetisa, artista, compositora e pintora Landa Lopes será homenageada com uma exposição sobre sua vida e sua obra, na Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury, que será aberta hoje, às 16h, com entrada gratuita. A artista, natural de Mairinque e radicada em Sorocaba, completaria 100 anos no último dia 10 de junho.

Leia mais  Landa Lopes será homenageada com exposição na Biblioteca Infantil

 

Realizada pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), a mostra reúne fotos, objetos pessoais e livros doados por familiares de Landa Lopes à Biblioteca Infantil. Na abertura da exposição também haverá declamação de poesias por integrantes da Academia Sorocabana de Letras, da qual a autora fez parte.

Landa Lopes viveu uma vida inteira dedicada à arte e foi uma artista multifacetada, completa e pioneira. Atuou como roteirista, produtora, atriz e cineasta, além de trabalhar na produção de cinejornal. Em sua carreira como escritora, publicou as obras “As quatro volúpias” (1952), “Poemas para ler com música” (1964), “Eu mutante” (1989) e “Negra” (1999). Com apoio da Lei de Incentivo à Cultura (Linc), publicou os livros “Urna do inconfessável”, “Móbil”, “O punhal no espelho”, “O anjo da poesia” e “Contos”.

Compôs mais de 400 músicas em diferentes gêneros. Como artista plástica produziu uma intensa obra na qual as cores sobrepõem às formas. Em 1987, lançou o projeto Poesia Ilustrada, integrando texto e imagens em diferentes trabalhos. Participou de exposições em São Paulo, Sorocaba e região. Landa Lopes faleceu no dia 24 de novembro de 2006.

A exposição ficará aberta à visitação até 12 de julho e pode ser vista gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A Biblioteca Infantil está localizada na rua da Penha, 673, no Centro.

Bate-papo abordou a carreira e história da artista

O trabalho e a vida de Landa Lopes foram temas da edição desta quinta-feira (27) do projeto “Encontros com o mito”.

O historiador José Rubens Incao, comentou que Landa Lopes trabalhou na Fábrica Santa Maria, que recebia circos de diversas partes do país. Esse primeiro contato da Landa com os atores foi responsável por despertar na jovem o sonho de ser artista. Incao ainda lembrou sobre a trajetória de Landa no cinema como produtora de filmes e cinejornais, além de sua contribuição para o mundo da música com mais de 200 composições. Uma de suas aparições na rádio foi como interprete de Carmen Miranda, por quem nutria uma grande admiração. “O que é mágico na Landa é a concisão. Em poucas palavras ela consegue dar a mensagem com sensibilidade e com palavras simples”, disse Incao, sobre as obras literárias da artista.

Um dos participantes do bate-papo, o médico veterinário Jarbas Leonel Bertoli comentou que conheceu a artista de perto e teve a oportunidade de assistir a um dos filmes produzidos na década de 60, no qual muitos sorocabanos tiveram participação como figurantes. “Landa era uma pessoa comum que se destacava, e não o inverso. Com todo esse ‘cartel’ que ela tinha, ela andava na rua, todo mundo a conhecia”, completa Bertoli. (Da Redação)

Comentários