Cultura

George Segal morre aos 87 anos nos EUA

George Segal morre aos 87 anos nos EUA
O ator teve complicações numa cirurgia de ponte de safena. Crédito da foto: Chris Delmas / AFP (10/7/2010)

O ator americano George Segal, dono de uma longa carreira na televisão e cinema construída desde os anos 1960, morreu na última terça-feira, aos 87 anos, nos EUA. A informação veio de sua esposa, Sonia Segal. “A família está devastada ao anunciar que, nessa manhã, George Segal faleceu em função de complicações de uma cirurgia de ponte de safena”, disse Sonia em um comunicado.

Segal, que foi indicado ao Oscar por “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”, de 1966, morreu em Santa Rosa, Califórnia, por complicações após a cirurgia cardíaca.

Nascido em 1934 em uma pequena cidade do Estado de Nova York, ele teve seus primeiros papéis em produções teatrais da Broadway. Sua longa carreira no cinema inclui “O Corujão e a Gatinha” (1970), com Barbra Streisand; “A Duquesa e o Vilão” (1976), com Goldie Hawn; e “Adivinhe Quem Vem Para Roubar” (1977), com Jane Fonda.

Leia mais  Morre aos 84 anos o cantor Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19

Em “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?”, Segal interpretou um jovem professor ao lado de duas grandes estrelas daquele momento: Richard Burton e Elizabeth Taylor.

Segal venceu um Globo de Ouro por “Um Toque de Classe” (1973), com Glenda Jackson. Na televisão, o ator teve o nome reconhecido por séries como “Just Shoot Me!” (1997-2003) e “The Goldbergs”, que estreou em 2013 e continua sendo produzida. “Hoje perdemos uma lenda. É uma verdadeira honra fazer parte de uma pequena parte do legado de George Segal”, afirmou o produtor Adam Goldberg. (Estadão Conteúdo)

Comentários