Cultura

Escritora se destaca em premiações com suspenses policiais

Obra reúne um apanhado de contos que têm como pano de fundo uma série de assassinatos
Escritora se destaca em premiações com suspenses policiais
Nascida em Itapeva, Juliete é radicada em Sorocaba. Crédito da foto: Divulgação

Três anos após o lançamento de seu primeiro livro, na 1ª Feira Eco Literária de Itapeva 2018, a escritora Juliete Vasconcelos celebra a conquista do Prêmio Book Brasil 2020 com seu lançamento mais recente, o livro “Quando os Pássaros Pousam e Outros Contos Psicopáticos”.

A obra reúne um apanhado de contos que têm como pano de fundo uma série de assassinatos, em que pessoas são hasteadas vivas e deixadas para morrer em um milharal. Simultaneamente, Juliete concorreu com esse mesmo título ao Prêmio Ecos da Literatura 2020 e chegou à condição de finalista na categoria Melhor Thriller/Policial. Ambas as conquistas ocorreram em março.

Crédito da foto: Divulgação

Com “O Ceifador de Anjos: A Coleção de Fetos”, ela já havia sido finalista da primeira edição do Prêmio Ecos da Literatura nesta mesma categoria e semifinalista do Prêmio Guarulhos de Literatura 2020. Nesta obra, primeira parte de uma trilogia, o leitor acompanha o dia a dia de um serial killer dono de uma macabra coleção.

Leia mais  O público por dentro do espetáculo

Apaixonada pelo gênero policial, o qual se dedica a escrever, Juliete foi indicada ao Troféu Cecília Meirelles, sendo eleita uma das Mulheres Notáveis para a 23ª edição desta premiação, cuja cerimônia de entrega está programada para julho em Itabira (MG) — se a pandemia deixar.

Nascida em Itapeva e radicada em Sorocaba, Juliete aborda em seus livros temas como psicopatia e outros transtornos que findam numa série de crimes brutais. A autora aproveita o atual período de isolamento para se dedicar ao projeto conjunto com outras quatro escritoras, no qual apresenta uma conturbada relação entre uma mãe com transtorno narcisista e seus dois filhos. (Da Redação)

Comentários