Cultura

Em março, #CulturaEmCasa faz homenagem às mulheres

Programação especial, será on-line, gratuita e segue até o fim do mês
Em março, #CulturaEmCasa faz homenagem às mulheres
Peça “A despedida” conta história de duas irmãs separadas pela morte. Crédito da foto: Divulgação

A Plataforma #CulturaEmCasa apresenta uma programação especial em março, em homenagem ao Mês da Mulher. A iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, com gestão da Organização Social Amigos da Arte, oferece o conteúdo totalmente gratuito pela plataforma durante todo o período. Para representar histórias de lutas e conquistas das mulheres serão exibidos documentários, videoclipes, aulas, oficinas, entrevistas e outros conteúdos com o objetivo de conscientizar sobre a luta feminina pela equidade de direitos e oportunidades.

Hoje, às 20h, será exibida a peça “A despedida”, um espetáculo cênico, livremente inspirado nas personagens históricas Leopoldina e Isabel de Bragança, a Princesa Isabel, que nunca teve a chance de se despedir de sua irmã, morta precocemente. O espetáculo acontece em um plano etéreo, livre da linearidade do tempo, da continuidade do espaço ou da dureza dos fatos. Em meio a flores, lembranças, mito e história, Isabel é guiada pelo fantasma da irmã a enfrentar forças institucionais que não compreende, confrontar suas limitações e reviver momentos em que sofreu violência por ser mulher.

Leia mais  Filme adota o ponto de vista de uma vítima de Alzheimer

“Há mais de um século, o Mês da Mulher é um símbolo das lutas e reivindicações pelos direitos das mulheres. Além de refletirmos sobre suas conquistas, é um momento de reafirmação da luta contra o sexismo e as desigualdades de gênero, que, infelizmente, continuam. A “Amigos da Arte” traz, via plataforma #CulturaEmCasa, esta programação especial e gratuita com o objetivo de levar ao maior número de pessoas pensamentos que envolvam este universo, além de cultura e entretenimento”, afirma Danielle Nigromonte, diretora geral da “Amigos da Arte”.

Programação

Como destaque da programação estão as rodas de bate-papos com o apoio da Comissão de Equidade de Gênero do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. No dia 19, às 18h, o público poderá conferir o bate-papo sobre vestuário (in)seguro para mulheres intitulado “Moda, gênero e liberdade de expressão”, abordando a ideia da roupa como forma da proteção ou exposição da mulher, com a participação da advogada Mayra Cotta, da consultora de moda Thais Farage, da youtuber Mandy Candy e mediação da comunicadora Preta Ferreira. Já no dia 26, às 18h, será exibido o bate-papo “As mulheres, as artes e as cidades” com a participação da artista urbana e curadora de arte Tikka Meszaros, da curadora, escritora e pesquisadora Keyna Eleison, da diretora de filmes Ana Carolina Martins, da bailarina, fisioterapeuta e criadora do primeiro método de ensino de ballet clássico para deficientes visuais, Fernanda Bianchini e mediação da jornalista e apresentadora Renata Simões. Também estarão disponíveis na plataforma, em formato on demand, o documentário “Mulheres Negras: Projetos de Mundo” e o show da cantora e compositora Ligiana Costa em seu álbum “EVA”.

Dentre as demais atrações estão as aulas de Ioga com Vanessa Joda com o projeto Mona, se cuida, se ama!, rodas de conversa sobre mediação cultural e feminismos plurais; a apresentação da 9ª edição do Sarau LGBT do Museu da Cidade realizada em parceria com o Museu da Diversidade Sexual (MDS) com o tema #Ao vivo e a cores. As Viradas SP Online do mês também trarão participações especiais de artistas como, por exemplo, a que acontecerá amanhã (13) com os shows das cantoras Mariana Aydar e Céu.

Leia mais  Morre aos 84 crítico literário Alfredo Bosi

Toda programação pode ser conferida e acompanhada por meio da plataforma www.culturaemcasa.com.br. (Da Redação)

Comentários