Cultura

Do game para a telona

Após sucessivos adiamentos provocados pela pandemia, “Monster Hunter” finalmente chega aos cinemas
Do game para a telona
Milla Jovovich volta a interpretar uma heroína baseada no mundo dos videogames. Crédito da foto: Constantin Film Verleih

Adaptação cinematográfica de um jogo popular de videogame, “Monster Hunter” é a única novidade da semana nos complexos de cinema de Sorocaba. Trata-se de um início de ano ainda fraco de estreias, já que a maior parte dos estúdios tem preferido adiar o lançamento de suas principais produções em virtude da capacidade reduzida de público das salas provocada pela pandemia do novo coronavírus.

O longa protagonizado pela atriz Milla Jovovich já havia sofrido sucessivos adiamentos no segundo semestre do ano passado e teve uma estreia decepcionante nos Estados Unidos, onde arrecadou somente 820 mil dólares no primeiro final de semana.

A trama do filme apresenta a Tenente Artemis, interpretada por Milla Jovovich, e um esquadrão de elite, transportados de um mundo paralelo para a nossa realidade, vivendo uma experiência chocante e incomum na tentativa de voltar para sua terra natal.

Leia mais  De surpresa, um novo álbum

O filme tem direção de Paul W.S. Anderson, conhecido por outras adaptações do mundo dos games como “Resident Evil” e “Mortal Kombat”.
De acordo com a sinopse oficial, tal como o jogo, por trás do mundo que conhecemos, existe um perigoso universo, com bestas gigantes e monstros perigosos que governam com total feracidade.

Quando uma tempestade de areia transporta a Tenente Artemis (Milla Jovovich) e sua unidade para esse mundo, os soldados ficam em choque, descobrindo que o novo ambiente é o hostil lar de diversas criaturas perigosas, imunes ao seu poder de fogo. Batalhando por suas vidas, a unidade precisará de um milagre para se salvar da fúria desse inóspito novo local. (Da Redação)

Comentários