Cultura

Cinemas de Sorocaba têm três estreias nesta semana

“Eu sou mais eu”, “Creed 2” e o candidato ao Oscar “Green Book -- o guia” são as novidades
“Green Book” trata de racismo com atuação de Viggo Mortensen e Mahershala Ali – Foto: Divulgação

Três estreias chegam às telas dos cinemas nesta semana em Sorocaba. “Eu sou mais eu”, com Kéfera; “Creed 2”, sobre luta; e “Green Book — o guia”, que aborda a questão do racismo, são as novidades.

Um dos indicados ao Oscar 2019, “Green book — o guia” está sendo exibido em duas salas. A produção norte-americana tem direção de Peter Farrelly e no elenco os atores Viggo Mortensen, Mahershala Ali e Linda Cardellini. Trata-se de um drama. Tony Lip, um dos maiores fanfarrões de Nova York, precisa de trabalho após sua discoteca, o Copacabana, fechar as portas. Ele conhece um pianista e quer que Lip faça uma turnê com ele. Enquanto os dois se chocam no início, um vínculo finalmente cresce à medida que eles viajam. “Green book — o guia” aborda o racismo, mas da forma inversa. Desta vez não é um homem branco rico discriminando um negro pobre, mas um branco pobre que não aceita trabalhar para um negro rico.

Leia mais  Divulgados os indicados ao Oscar 2019; confira a lista completa

 

De acordo com o que escreveu Lucas Salgado para o site Adoro Cinema, é possível fazer uma comparação com “Conduzindo Miss Daisy”, de 1989, sobre uma senhora branca conservadora que era obrigada a se adaptar com um motorista negro. “O filme gerava discussões sobre racismo e desigualdade, mas o fazia ainda diante de uma relação de trabalho ‘tradicional’, em que o negro é a pessoa hierarquicamente subordinada. Agora, quase trinta anos depois, “Green Book” chega com premissa parecida, mas com dinâmica pessoal e profissional invertida, em que um negro contrata um sujeito branco e racista para trabalhar como seu motorista e assistente. A troca de papéis parece pequeno detalhe, mas é fundamental para criar uma obra ainda mais complexa”, analisa.

Comédia

Para quem curte comédia, “Eu sou mais eu”, com participação da vlogueira Kéfera Buchmann, é uma opção que chega aos cinemas. Ela ficou conhecida com o canal do YouTube “5inco Minutos”, um dos primeiros canais do Brasil a atingir um milhão de inscritos. Em 2016 foi eleita pela revista Forbes como uma das jovens mais promissoras do País.

No filme, Kéfera interpreta Camila Mendes, uma popstar arrogante, que busca o sucesso a todo custo. Prestes a lançar uma nova música, ela é surpreendida em casa pela visita de sua fã número 1, que insiste em tirar uma selfie com ela. O que Camila não esperava era que tal situação a levasse de volta à adolescência, quando sofria bullying de praticamente todos no colégio. Seu único amigo é Cabeça, que tenta ajudá-la a encontrar seu verdadeiro eu, já que só assim conseguirá voltar à sua realidade.

Para encarar o papel da popstar Camila, Kéfera passou por uma longa preparação, com ensaios, aulas de canto, aulas de dança e mudanças no visual. Além de reviver músicas clássicas dos anos 2000, que embalaram os adolescentes da época.

Conforme Leticia Alasse, em texto para o Cine Pop, a direção de Pedro Amorim (“Divórcio”) abusa das cenas em câmera lenta, ressaltando momentos sem motivos para destaque, sendo uma cópia do recurso utilizado nas comédias estadunidenses, como em “Perfeita é a mãe” (2016). “Contudo, neste exemplo a escolha funciona para evidenciar as extrapolações dos personagens, já na comédia nacional apenas para prolongar as tomadas. Apesar de desgastante, a opção não compromete o enredo, que ainda consegue ser engraçado ao brincar com algumas diferenças dos últimos 15 anos”, disse.

Ação

Sylvester Stallone dá vida mais uma vez ao personagem Rocky – Foto: Divulgação

Elogiado pela crítica, “Creed 2” é outra novidade da semana na cidade. Dirigido por Steven Caple Jr., o filme conta com elenco de peso formado por Michael B. Jordan, Sylvester Stallone, Tony Bellew e Tessa Thompson. Na história, Adonis Creed saiu mais forte do que nunca de sua luta contra “Pretty” Ricky Conlan, e segue sua trajetória rumo ao campeonato mundial de boxe, contra toda a desconfiança que acompanha a sombra de seu pai e com o apoio de Rocky. Sua próxima luta não será tão simples, ele precisa enfrentar um adversário que possui uma forte ligação com o passado de sua família, o que torna tudo ainda mais complexo.

Para Benjamin Lee, do The Guardian, o filme pode ser considerado elevado, “por um trio central de performances incríveis e um diretor que fornece peso igual ao drama dentro e fora do ringue”. Para ele, “Creed 2” merece ser aplaudido. Já na visão de Elisabete Alexandre, que escreveu para o Cine10, em “Creed 2” o que se destaca “é o elemento família, notadamente o da paternidade, muito presente durante toda a história”.

O show da banda coreana foi realizado no Estádio Olímpico de Seul – Foto: Divulgação

BTS chega às telonas para fãs do K-pop

Também estreia nesta quinta-feira, nos cinemas de todo o Brasil, “BTS world tour: Love yourself in Seoul”, que promete agradar os fãs de K-pop. Na telona poderá ser visto um dos shows mais concorridos da banda coreana BTS em 2018. Gravado no Estádio Olímpico de Seul, durante a turnê mundial que dá nome à exibição, o espetáculo reforça a dimensão do sucesso mundial que o grupo de sete membros alcançou ao longo de sua trajetória como um fenômeno internacional. Em Sorocaba, as sessões de exibição acontecerão no sábado (26).

Essa foi a terceira turnê mundial liderada pelo grupo para promover a série de álbuns “Love yourself”, incluindo “Love yourself: Her EP”, “Love yourself: Tear”, álbum de estúdio, e “Love Yourself: Answer”, álbum de compilação. A turnê começou em 25 de agosto de 2018 na Coreia do Sul e estava programada para passar por 12 países até o momento.

BTS, também conhecido como Bangtan Boys, é um grupo sul-coreano composto por sete membros: Jin, Suga, J-Hope, RM, Jimin, V e Jungkook. O filme foi anunciado pela primeira vez em 13 de dezembro de 2018, no Twitter, por meio da conta oficial do BTS.

Comentários
Assuntos