Covid-19 Sorocaba e Região

Sorocaba autoriza tratamento precoce para pacientes com Covid-19

Azitromicina e Ivermectina serão distribuídos de graça nas UBSs mediante prescrição médica e após os primeiros sintomas
Prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos). Crédito da Foto: Fábio Rogério (19/03/2021)

Os médicos da rede pública de Sorocaba estarão autorizados a partir desta sexta-feira (19) a prescrever o chamado “tratamento precoce” contra a Covid-19. Os medicamentos Azitromicina e Ivermectina serão distribuídos gratuitamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) mediante recomendação médica.

O decreto prevendo a autorização será publicado pela prefeitura ainda nesta sexta-feira. O objetivo, segundo o prefeito Rodrigo Manga (Republicanos), é diminuir o número de internações na cidade, em especial em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“O Brasil está no pior momento da pandemia e Sorocaba não é diferente. É uma recomendação do Ministério da Saúde e algumas cidades adotaram o tratamento precoce, conseguindo reduzir a quantidade de pacientes nos hospitais”, explica.

O uso do tratamento precoce divide a opinião de especialistas em todo o país. O Conselho Nacional de Saúde (CNS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP) desde o início da pandemia têm se posicionado contrários à indicação de qualquer medicamento para tratamento da Covid-19 sem eficácia comprovada. Já o novo Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta semana que o tema deve “ser debatido e precisa ser analisado para chegar em um ponto comum”.

“O isolamento social é extremamente importante e a solução mais rápida e viável para a pandemia é a vacinação. Como existe uma divisão na opinião da classe médica e a recomendação do Ministério da Saúde, nós estamos dando essa possibilidade para a população de Sorocaba. Aqueles que quiserem, podem aderir o tratamento precoce. Fica a critério do médico fazer essa prescrição e não haverá punição caso isso não seja acatado. O profissional tem toda a liberdade para examinar o paciente e entender se, naquele caso, cabe a medicação”, avalia Manga.

Leia mais  Trabalhadores dos transportes públicos reivindicam vacina contra a Covid-19 em caráter de urgência

O tratamento preventivo em Sorocaba será composto por comprimidos de Azitromicina e Ivermectina, medicamentos já existentes nas farmácias das UBSs da cidade e utilizado para outras doenças. Se indicados pelos médicos, os remédios devem ser tomados a partir da constatação dos primeiros sintomas da Covid-19, antes mesmo de se ter um resultado confirmando a infecção. Não há indicação, segundo a prefeitura, para o uso dos medicamentos como forma de prevenção ao novo coronavírus.

Atualmente, a prefeitura possui um estoque com 1,5 mil comprimidos de Azitromicina e 3 mil de Ivermectina. Segundo o secretário de Saúde, Vinícius Rodrigues, a pasta deve receber mais 15 mil comprimidos de cada um dos remédios nos próximos dias, com um custo de R$ 58 mil. A estimativa é de que cada kit custe cerca de R$ 18 por paciente. (Jomar Bellini)

Comentários