Covid-19 Sorocaba e Região

Prefeitura de Sorocaba faz reunião para discutir ampliação de leitos de UTIs

Evento foi realizado nesta manhã por conta da ocupação dos leitos na cidade pelos casos de covid-19
Evento contou com a presença da prefeita Jaqueline Coutinho, secretários e membros do Comitê. Crédito da foto: Secom.

A Prefeitura de Sorocaba realizou na manhã deste domingo (17) uma reunião para tratar da ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs), na cidade, por conta da pandemia do novo coronavírus.

A reunião ocorreu no gabinete da prefeita Jaqueline Coutinho (PSL), que fica no sexto andar do Paço Municipal, no Alto da Boa Vista. O evento contou com a presença de secretários municipais e integrantes do Comitê de Avaliação e Combate ao Coronavírus.

O Cruzeiro do Sul questionou a Prefeitura de Sorocaba sobre o que ficou definido após a reunião, mas a pasta municipal informou que os detalhes serão informados somente nesta segunda-feira (18). Porém, a Secretaria de Comunicação (Secom), da Prefeitura de Sorocaba, afirma que o assunto discutido foi a questão da ampliação de leitos de UTI no município.

Para os moradores de Sorocaba, a unidade de referência para internações de pacientes com Covid-19 é a Santa Casa.  Contudo, neste sábado (16), o próprio hospital teria informado a ocupação de 100% nos leitos de UTI destinados a pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado do novo coronavírus.

Reportagem do Cruzeiro do Sul desta sexta-feira (15), com base no censo diário divulgado pela Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES), apontou que, na Santa Casa, a ocupação dos 20 leitos de UTI era de 75%. No caso dos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação era de 77%, dos 30 leitos.

Leia mais  Primeira vacinada na Bahia está com Covid antes de tomar a 2ª dose

Também na sexta, a prefeita Jaqueline Coutinho (PSL) e o gestor e presidente do Conselho de Administração da Irmandade Santa Casa de Sorocaba, padre Flávio Jorge Miguel Júnior, realizaram uma transmissão ao vivo para rebater supostas contradições na taxa de ocupação da Santa Casa.

O gestor destacou aumento de procura para pacientes sobre coronavírus, chegando a cerca de 50 pessoas por dia na unidade. Os dois confirmaram os dados divulgados na reportagem do Jornal Cruzeiro do Sul, que apontava taxa de ocupação de 70% para UTI e 77% para leitos clínicos.

O padre explicou que os casos suspeitos de coronavírus precisam ser atendidos conforme os protocolos e utilizam os leitos destinados para Covid. Respondendo ao Jornal Cruzeiro do Sul, a prefeita confirmou que a taxa de ocupação atual da Santa Casa faz com que esteja próximo o momento de acionar os leitos da UPH Leste. “Isso já faz com que a gente acenda o sinal de alerta. Então temos que passar para o próxima etapa do plano de contingência”, acrescenta.

Novo Regional tinha só um leito desocupado

Também na sexta-feira (15), a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo anunciou que estava disponibilizando 18 leitos do Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) para pacientes com suspeita ou que contraíram o novo coronavírus (Covid-19).

Leia mais  Vereadores aprovam Cartão Mais Acessível em Sorocaba

Metade desses leitos já se encontravam ocupados. Isso ocorreu no momento em que os leitos pactuados para Covid-19 do novo Hospital Regional, o Adib Domingos Jatene, na rodovia Raposo Tavares, apresentaram ocupação próxima do total.

Conforme informado pela pasta estadual, o novo Regional é a principal referência na região de Sorocaba para novo coronavírus e, desde o último domingo (10), passou a contar com mais 10 leitos de UTI destinados ao tratamento de pacientes com a doença.  “Ao todo, há 45 leitos destinados à Covid-19, sendo 30 de UTI. Até o momento, a taxa de ocupação é de 100% na UTI (30 leitos) e 95% (14 leitos) na enfermaria”, relatou a secretaria.

Na semana passada, a prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho, assinou documento junto com 10 prefeitos das regiões Administrativa e Metropolitana de Sorocaba, solicitando a urgente ampliação do número de leitos do Hospital Regional de Sorocaba “Dr. Adib Domingos Jatene” para tratamento de pacientes infectados pela covid-19.

O documento também foi assinado por oito secretários de Saúde e representantes desses municípios. A coleta das assinaturas ocorreu durante encontro realizado na quinta-feira (14) no Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) para debater os impactos da covid-19 sobre a economia, finanças e orçamento público.(Da Redação)

Comentários