Canal 1

SporTV sai em vantagem com as mudanças da Disney

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery
O comentarista Pedrinho e o narrador Luiz Carlos Júnior, do SporTV. Crédito da foto: Reprodução / Instagram

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Tudo pode se alterar no decorrer dos próximos tempos, porque as medidas tomadas ainda são muito recentes, mas o “tsunami” provocado pela Disney em seus canais esportivos, pelo menos até agora, não apresentou efeitos desejados.

O canal Fox Sports foi destruído e a sede no Rio desativada, com quase todos os funcionários mandados embora e a programação desmontada. Consequência: a audiência despencou. Os últimos registros são bem lamentáveis. Os seus assinantes foram convidados a buscar outras opções.

Mas muito pior ainda é que a ESPN, o outro canal da Disney, em se tratando de resultados, também não ganhou nada com isso. Ao contrário. Os números são os mesmos de antes. Não houve a esperada transferência.

O concorrente SporTV, na dele, e sem se esforçar nada, é o único que está ganhando com tudo.

Leia mais  Esporte está ainda mais presente na TV aberta

Próxima atração

A Record já definiu “Topíssima” como substituta de “Jesus” na faixa da 21h45, a partir do dia 26. Reprise da novela exibida em 2019, com 145 capítulos, escritos por Cristianne Fridman.

Durona

Danni Suzuki volta à tevê na série “Arcanjo Renegado”, que estreia dia 4 de fevereiro na Globo e será exibida sempre às quintas, após o “BBB”. Ela vive Luciana, capitã da PM e chefe do posto policial de Miracema, que impõe autoridade, em uma cidade do interior para onde Mikhael (Marcello Melo Jr.), o protagonista, é transferido.

Festival

A mesma Danni, muito em breve, estará presente em vários trabalhos do streaming. Só na Globoplay, serão duas séries, além de outra para a Amazon, filmada no Uruguai.

Tudo certo

A Band já tem definida a exibição de “House” ainda neste primeiro semestre. Contrato fechado. Além da TV paga e streaming, a série já teve seus episódios apresentados na Record.

Leia mais  Tira-Teima

Indústria do cinema

São tantos os filmes preparados e lançados exclusivamente no streaming, levantando suspeita sobre seus efeitos, no futuro, na indústria do cinema. A plataforma veio para ser uma simples janela ou fechar as salas?

Comentários