Canal 1

Reta final

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery
Reta final
Crédito da foto: João Miguel Júnior / Tv Globo

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Em “Malhação: toda forma de amar”, capítulo da próxima sexta-feira, será exibida a sequência em que Lígia (Paloma Duarte, foto) perde a guarda de Nina para Rui (Romulo Arantes Neto) durante uma audiência. No capítulo de segunda, ela terá que entregar a filha para o vilão.

Fake news: até o coronavírus é usado pela indústria do mal

O coronavírus está preocupando a todos, se espalhando pelos cantos mais diferentes do mundo.

Os meios de comunicação, entre jornais, portais de notícias, emissoras de rádio e televisão têm se desdobrado o tempo inteiro para atualizar informações sobre o desenrolar dos acontecimentos.

Inclusive prestando serviços, como informar as medidas que devem ser tomadas como prevenção.

Mas assusta, em meio a este momento tão difícil que a humanidade inteira atravessa, o número cada vez maior de fake news distribuídas. São métodos de cura que não existem, informações de que o álcool em gel não é eficaz ou áudios atribuídos a médicos ou autoridades envolvidas com a epidemia.

Não bastassem todas as preocupações, tornou-se também necessário desmentir o tanto de bobagem e maldade que são propagadas.

Leia mais  ‘Intenso e gratificante’, diz Caio Castro sobre trabalho em ‘Novo mundo’

Este é o momento, talvez o mais oportuno até agora, para que as pessoas redobrem o cuidado para chegar à melhor informação. Essa indústria do mal instalada e sem meios de ser controlada, tem que parar de ser consumida.

Sinal vermelho – Ao que parece, o discurso da Igreja Internacional da Graça, do R.R. Soares, na prática, é bem outro. Pelo menos na sua TV, a RIT, os funcionários com mais de 60 anos e aqueles com doenças pré-existentes estão sendo obrigados a trabalhar. É só jogo de empurra-empurra e ninguém toma decisão nenhuma. Não há humanidade nenhuma.

Por acaso – R.R. Soares, se alguém não sabe, é o pastor que, além de uma TV própria, ainda tem horários comprados na Band e Rede TV!. O mesmo também que, nesses tempos de coronavírus, teve um vídeo distribuído na internet, apelando para que seus fiéis depositem as doações.

Uma coisa… – A Globo não trabalha com prazos. Não há qualquer possibilidade de definir quanto tempo, por exemplo, “Fina estampa” ficará no ar.Se será exibida integralmente ou compactada a partir de um determinado momento.

Leia mais  Fina Estampa

… E outra – Vai daí que não se trabalha com a possibilidade de “Amor de mãe” retomar seus trabalhos antes de quatro meses. Antes de julho ou agosto, segundo pessoal da dramaturgia da Globo, a chance é nenhuma.

Revisão – Toda a programação de estreias que a Globo já tinha estabelecido para 2020 e 2021 terá que ser revista. Entre todas as produções interrompidas, uma boa maioria só será reiniciada no ano que vem.

E atenção – O SBT ainda não informa, mas já existe a decisão de continuar com a exibição de “As aventuras de Poliana” até agosto. Uma outra, que ainda não foi escolhida – talvez uma produção antiga da própria emissora, entrará em seu lugar.

Diante disso – Também já está decidido que a segunda parte de “Poliana” ficará para o ano que vem. Trabalha-se com a possibilidade de iniciar as suas gravações só em janeiro de 2021.

Comentários