Canal 1

Nova série da Record terá personagens em vários países

Nova série da Record terá personagens em vários países
Paloma Bernardi estará em “Ameaça Invisível”. Crédito da foto: Reprodução Instagram

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

“Ameaça Invisível”, série em 12 capítulos escrita por Ingrid Zavarezzi, sobre pandemia e um vírus misterioso, com estreia prevista na Record em 2021, já tem contornos bem definidos. Por exemplo: além do Brasil, também haverá uma participação importante de personagens em outros países, como França, Itália, Canadá, Estados Unidos, Finlândia e Nova Zelândia.

Na Itália, a ideia é contar com um ator local, Ignazio Oliva. Já na Nova Zelândia, o alvo é a atriz brasileira Julia Sabugosa, que tem passagens por Globo e Record, além de trabalhos no teatro e cinema.

Quanto ao elenco, falta ainda definir a protagonista, mas Rafael Sardão, Karen Julia, Dudu Pelizzari, Paloma Bernardi, Nicola Siri e Ernani Moraes já estão confirmados.

Ajax Camacho, responsável pelo projeto, já trabalha em novelas da Record.

Planejamento

A Globo pretende encerrar as gravações de “Salve-se Quem Puder”, novela das sete, entre os dias 10 e 15 de dezembro. Se nada vier a comprometer os planos traçados, todo o elenco estará liberado nesse prazo. Volta ao ar está prevista para janeiro.

A propósito

Oficialmente, a Globo agora diz que “Amor de Mãe” tem previsão de reestreia para março de 2021. Noves fora, isso significa que a estreia de “Um Lugar ao Sol”, de Lícia Manzo, se dará entre abril ou maio. Tudo ainda no campo das possibilidades. Nada pode ser cravado.

Virou bagunça

A mesma confusão do mês passado contra o Peru, que teve transmissão da TV Brasil na última hora, veio a se repetir para o jogo com o Uruguai, hoje, pelas eliminatórias, em Montevideo. E nada será diferente daqui em diante.

Vamos combinar?

Mudanças na questão dos direitos esportivos, já há algum tempo, vinham sendo previstas. Só que mudaram para muito pior. Pior porque agora estão nas mãos de grupos desinteressados. Ou apenas interessados em ganhar dinheiro.

Muito louco isso

Em relação ao jogo desta noite, contra o Uruguai, sabe-se que todos os grupos de mídia foram procurados e muitos demonstraram interesse. Só que a Mediapro, a vendedora, sempre insiste numa realidade que é só dela. E a Conmebol, que poderia intervir e se preocupar mais, apenas assiste.

Comentários