Canal 1

Globo deixa decisão sobre coronavírus em novelas a cargo de autores

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery
Globo deixa decisão sobre coronavírus em novelas a cargo de autores
Crédito da foto: Jorge Bispo / Divulgação

Flávio Ricco, com colaboração de José Carlos Nery

Todos os autores da TV Globo terão livre-arbítrio sobre a questão da abordagem do novo coronavírus em suas novelas, as atuais, paralisadas e as próximas. Independentemente das circunstâncias, cada um fará a sua escolha de forma independente, sem qualquer interferência da direção.

Manuela Dias (foto) pretende introduzir a pandemia nas cenas de “Amor de mãe”, movimentando principalmente o ambientalista vivido por Vladimir Brichta.

Priscila Steinman e Márcia Prates ainda estão discutindo o assunto, em relação a “Malhação: transformação”, com sua equipe de colaboradores.

Daniel Ortiz, autor de “Salve-se quem puder”, já decidiu, não falará sobre coronavírus. Entende que o horário das 19h, historicamente, leva ao público comédias românticas, diversão.

De repente, investir em Covid-19, nesta faixa mais direcionada ao humor, de fato poderia provocar um certo estranhamento, ao contrário de outras. Mas isso, no entanto, está longe de excluir certas situações, como a de um personagem lembrar o outro de lavar sempre as mãos, ou outras ações relativas ao campo da saúde.

Não teve isso – O fato é que em nenhum momento a direção da Globo fez qualquer imposição a respeito da doença na sua Teledramaturgia. Conforme determinado na semana passada, a equipe de produção de “Amor de mãe” volta aos Estúdios Globo em 13 de julho e as gravações serão reiniciadas no dia 27 do mesmo mês. No ar, possivelmente em setembro.

Leia mais  Negócio fechado: novela “Pantanal” será produzida pela Globo

Tempo nublado – A Globo não confirma nada, mas, são cada vez mais fortes os comentários nos seus bastidores sobre a exibição de outras reprises depois de “Novo mundo” e “Totalmente demais”. Por enquanto, é só um gato no telhado, sem posição oficial.

Andar da carruagem – Tais possibilidades não devem ser descartadas, se considerarmos o atual panorama. “Nos tempos do imperador”, próxima das seis, não terá seus trabalhos retomados em julho. “A morte pode esperar”, substituta de “Salve-se quem puder”, também não. Vai daí…

Todo cuidado – O retorno das novelas na Globo está exigindo um trabalho de roteirização mais adequado para facilitar no momento das gravações e minimizar qualquer tipo de risco. O número de pessoas em cena também será diminuído ao mínimo indispensável.

360º – Daniela Lima vai ganhar um novo parceiro na apresentação do “360º” nas tardes da CNN Brasil. Sai Evandro Cini e entra Rafael Colombo. O ex-Band tem estreia marcada para a próxima segunda-feira.

Leia mais  Globo promove evento on-line para discutir o racismo

Integração – Na Band, o processo de unificação de todas as suas empresas continua a todo vapor. A repórter da TV Sonia Blota, por exemplo, em breve irá estrear um programa de rádio. Já começa a gravar pilotos.

Comentários