Brasil

STF adia julgamento e deputado Daniel Silveira segue preso

STF adia julgamento e deputado Daniel Silveira segue preso
Na saída da Crédito da foto: João Gabriel Alves / Enquadrar / Estadão Conteúdo

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu adiar a análise da denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ). A matéria estava prevista na pauta de ontem. O ministro Alexandre de Moraes, relator do caso e responsável por determinar a prisão preventiva do parlamentar, explicou que reabriu o prazo para a defesa prévia depois que os advogados perderam a data limite para enviar sua manifestação ao tribunal. De acordo com ministro, assim que a defesa se manifestar, o caso será levado novamente ao plenário.
Moraes ainda disse que o prazo foi reaberto em ’homenagem ao princípio da ampla defesa’ e por envolver outro Poder da República. Na quarta-feira, 10, o ministro negou um pedido de liberdade do deputado. No despacho, afirmou que só vai reavaliar a prisão após o tribunal decidir se recebe ou não a denúncia contra o parlamentar. (Estadão Conteúdo)

Comentários