Brasil Covid-19

SP recebe maior remessa de insumos para vacina do Butantan

A carga com 8,2 mil litros de insumos desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos nesta quinta-feira (4)
Estado de São Paulo recebe a maior remessa de insumos para produção de vacina. Crédito da foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governador João Dória (PSDB), o secretário da Saúde Jean Gorinchteyn e o diretor do Instituto Butantan Dimas Covas acompanharam, nesta quinta-feira (4), a chegada da maior remessa de matéria-prima, até o momento, para produção local da vacina do Butantan contra o coronavírus.

A carga vinda da China desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos às 6h12 e corresponde a 14 milhões de doses.

De acordo com o Governo do Estado de São Paulo, está é a maior de todas as remessas que já chegaram. Serão fornecidas 35 milhões de doses da vacinas para a população. O lote enviado pela biofarmacêutica Sinovac, parceira internacional do Butantan e do Governo do Estado no desenvolvimento do imunizante, conta com com 8,2 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA).

A carga chegou em um voo da companhia aérea TAP e passou por escalas em Helsinque, na Finlândia, e Lisboa, em Portugal.

No dia 3 de fevereiro, o Butantan recebeu um carregamento com 5,4 mil litros de IFA vindos da China. No dia 10, chegaram outros 5,6 mil litros de matéria-prima, maior carregamento até então.

Leia mais  TCE cobra das Prefeituras registros sobre sistema de vacinação em SP

As doses de vacina são envasadas, rotuladas, embaladas e passam por um rígido controle de qualidade no Butantan antes de serem disponibilizadas para a população por intermédio do Programa Nacional de Imunizações (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde.

Desde 17 de janeiro, o Butantan já entregou 14,45 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 para uso no Sistema Único de Saúde (SUS). Até o final de março serão entregues outras 21 milhões de doses. Até 30 de abril, o total de vacinas do Butantan ao país deve somar a 46 milhões.

O Butantan também tem o compromisso de entregar ao Ministério da Saúde outras 54 milhões de vacinas contra a Covid-19 até 30 de agosto, com total 100 milhões de doses previstas em contrato com a pasta federal. (Da Redação, com informações do Governo do Estado de São Paulo)

Comentários