Brasil Covid-19

SP está com 112 casos confirmados para coronavírus

Estado também contabiliza 1.137 suspeitos e 549 descartados, sem nenhum óbitos registrado
SP está com 112 casos confirmados para coronavírus
Medidas para evitar o contágio, como o uso de máscaras, são adotadas por trabalhadores da capital paulista. Crédito da foto: AFP/Nelson Almeida

A Secretaria de Estado da Saúde registrou neste domingo (15) 112 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) em São Paulo. Destes, 108 residem na Capital, um em Santana do Parnaíba, um em Ferraz de Vasconcelos, um em Carapicuíba e um em São Bernardo do Campo. O Estado também registra 1.137 casos suspeitos e 549 descartados. Até o momento, não há óbitos que se enquadram no critério técnico da doença. Até sábado (14) tinham sido registrados 65 casos.

Sem aulas e eventos

Na última semana, o Governo do Estado definiu medidas para intensificar o enfrentamento a doença. Em acordo com o Ministério da Saúde, ficou definido que haverá interrupção gradual das aulas na rede estadual de ensino a partir desta segunda (16), até dia 23, o adiamento de eventos públicos ou privados que reúnam 500 ou mais pessoas e a suspensão por 60 dias das férias de funcionários da rede estadual da Saúde. A recomendação estudantil é estendida também às escolas particulares de SP.

Leia mais  Prédios em Sorocaba já têm instruções para uso dos elevadores

“A melhor medida para combater o novo coronavírus hoje, é a prevenção individual e coletiva. Cada pessoa deve cuidar de si, prezando por sua higiene e seguindo a ‘etiqueta respiratória’, e também das pessoas ao redor, mantendo ambientes limpos, evitando aglomerações, e permanecendo em casa se apresentar sintomas. As medidas coletivas que definimos ontem visam minimizar a circulação do vírus, reduzindo o número de pessoas doentes e, consequentemente, evitando mortes”, afirma o Secretário de Estado da Saúde, José Henrique Germann.

Os eventos promovidos pelo Estado que poderiam reunir aglomerações com mais de 500 pessoas estão suspensos por tempo indeterminado. A mesma restrição deve ser seguida em eventos particulares de qualquer natureza – cultural, esportiva, religiosa etc.

Cuidado com idosos

A partir desta semana, as escolas permanecerão abertas para receber as famílias dos alunos e oferecer orientações. Uma delas é evitar que crianças e jovens permaneçam em casa sob a tutela dos avós ou parentes com mais de 55 anos. Isso porque os idosos são mais vulneráveis aos sintomas respiratórios graves provocados por COVID-19.

Leia mais  São Paulo registra três novas mortes de coronavírus

As definições são baseadas no cenário de transmissão do vírus em São Paulo, com contaminação entre pessoas que residem no estado e não viajaram para com circulação há mais tempo. As decisões ocorreram em reunião entre o Governador João Doria, o Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, o Secretário de Estado de Saúde José Henrique Germann Ferreira e o Coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo, o infectologista David Uip. (Com informações do Governo do Estado de São Paulo)

Comentários