Brasil Covid-19

Sem UTI, 11 morrem em Taboão da Serra

Sem UTI, 11 morrem em Taboão da Serra
Crédito da foto: Hector Retamal / AFP

Onze pacientes com Covid-19 morreram à espera de um leito de UTI em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, de acordo com informações divulgadas pela prefeitura do município. As vítimas tinham entre 46 e 95 anos e aguardavam por transferência pela Central de Regulação e Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), do governo do Estado, que nega ter recusado atendimento.

Segundo o município, nenhum dos pedidos de transferência para UTI foi aceito pelo Estado entre a quarta-feira passada, 3, e esta segunda-feira, 8. O retorno teria ocorrido apenas na manhã de ontem (9) com a liberação de quatro vagas, embora ainda haja outros 12 pacientes na fila de espera por leito de terapia intensiva.

O município aponta não dispor de leitos de terapia intensiva e que as vagas de enfermaria para Covid-19 serão ampliadas de 40 para 70 leitos nesta semana.

Leia mais  Petrobras aumenta preço do gás natural para distribuidoras em 39%

Em nota, a Secretaria Estadual da Saúde diz que a Cross não negou vagas a Taboão da Serra e que atendeu a 14 solicitações envolvendo pacientes (suspeitos ou confirmados) da covid-19 desde quarta-feira, 3. Ela alega ter sido notificada de oito mortes relacionadas à doença entre 28 de fevereiro e a última segunda, de pacientes entre 53 e 82 anos, todos do grupo de risco (por idade ou comorbidades), com pedidos ‘registrados em média 24 horas antes do óbito‘. (Estadão Conteúdo)

Comentários