Brasil Covid-19

RJ amplia restrições contra avanço do vírus

RJ amplia restrições contra avanço do vírus
Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes. Crédito da foto: Divulgação (21/1/2021)

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (DEM), afirmou na manhã de ontem (4,) que a adoção de novas medidas restritivas na cidade a partir de hoje está sendo tomada por “precaução”. O motivo, segundo ele, foi o aumento de notificações de pacientes com sintomas de Covid-19 nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) a partir do último final de semana.

“Nas unidades lá da ponta nós começamos a ter mais pessoas aparecendo com sintomas de Covid-19. Não são dados confirmados (oficialmente), mas é um dado que liga o nosso sinal de alerta”, declarou Paes. “O objetivo aqui é nos antecipar. Temos evidências científicas, não é achismo do prefeito.”

Paes disse que solidariza com os comerciantes, e justamente por isso que está limitando horários e ocupações agora. “É para evitar o lockdown. Tudo o que eu não quero fazer é fechar a cidade inteira”, comentou. A cidade do Rio de Janeiro já teve 18.992 mortes por covid-19 em dados atualizados na quarta-feira (3). Apesar das novas medidas restritivas, o prefeito garantiu que não há superlotação nos hospitais ou explosões de casos de Covid-19 no Rio. (Estadão Conteúdo)

Comentários