Brasil

Rios alagam dez cidades no Acre

Rios alagam dez cidades no Acre
Foram atingidas cerca de 130 mil pessoas no Estado. Crédito da foto: Marcos Vicentti / Secom (20/2/2021)

Cerca de 130 mil pessoas foram atingidas de alguma forma pela cheia dos rios na capital Rio Branco e outras cidades no interior do Acre. São dez cidades afetadas: Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Tarauacá, Feijó, Sena Madureira, Santa Rosa do Purus, Jordão, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves.

O governador do Acre, Gladson Cameli, decretou na semana passada situação de emergência por causa da cheia dos rios e ainda pelo surto de dengue, crise migratória na fronteira com o Peru e a falta de leitos de UTI para pacientes de Covid-19.

Os rios que transbordaram são o Acre, Juruá, Envira, Iaco, Purus, além de seus afluentes. Com isso, o nível da água nos igarapés também se elevou, atingindo casas de centenas de famílias. Moradores foram levados para abrigos temporários montados em escolas, igrejas e ginásios de esporte.

Leia mais  Ex-PM e GCM são absolvidos da maior chacina da história de SP

A cidade mais atingida é Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Estado do Acre. A cheia do rio Juruá atingiu cerca de 30 mil pessoas e a prefeitura decretou situação de emergência. (Da Redação)

Comentários