Brasil

Relator da Lava Jato no TRF-4 suspende soltura de Lula

O relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) , João Pedro Gebran Neto, revogou o habeas corpus concedido pelo desembargador Rogério Favreto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Gebran Neto tomou a decisão após decisões conflitantes entre o desembargador Favreto e o juiz federal Sérgio Moro.

“Para evitar maior tumulto para a tramitação deste habeas corpus, até porque a decisão proferida em caráter de plantão poderia ser revista por mim, juiz natural para este processo, em qualquer momento, DETERMINO que a autoridade coatora e a Polícia Federal do Paraná se abstenham de praticar qualquer ato que modifique a decisão colegiada da 8ª Turma.”

Neste domingo (8), mais cedo, o desembargador plantonista Rodrigo Favreto havia emitido despacho em que manda soltar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A decisão inicial não foi acatada pelo juiz federal Sérgio Moro, que encaminhou o caso ao relator no TRF-4, João Pedro Gebran Neto.

Leia mais  Adesão ao programa Brasil na Escola começa nesta segunda

Na decisão, Favreto afirma que Lula entrou com uma nova petição em que alega “entraves e retardo no cumprimento da decisão exarada no presente Habeas Corpus, bem como pela ausência de Delegado da Polícia Federal na sua sede”. (Da redação)

Comentários