Brasil

Quatro cidades do Maranhão terão bloqueio máximo

A medida é necessária porque todos os 112 leitos de UTI da rede estadual destinados a pacientes com Covid-19 estão ocupados

A Justiça do Maranhão decretou nesta quinta-feira (30) o bloqueio máximo (lockdown) das cidades de São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar em função da pandemia do novo coronavírus. Pela decisão, todas as atividades não essenciais à manutenção da vida e da saúde estão proibidas de funcionar por dez dias, a partir de 5 de maio.

A decisão foi proferida pelo juiz Douglas de Melo Martins, por solicitação do Ministério Público do Maranhão. Segundo os promotores do caso, a medida é necessária porque todos os 112 leitos de UTI da rede estadual que foram destinados para pacientes com Covid-19 estão ocupados.

Durante o período de bloqueio, fica proibida a circulação de carros, exceto para a compra de alimentos ou medicamentos e transporte de pessoas para hospitais. A entrada de veículos em São Luís também estará proibida, somente ambulâncias, carros com passageiros que estão em deslocamento para hospitais, viaturas e veículos com cargas de produtos essenciais poderão passar pelas barreiras. As agências bancárias deverão funcionar somente para pagamento de benefícios.

Leia mais  Claudia Rodrigues é internada em hospital de São Paulo

Pelo Twitter, o governador do Maranhão, Flávio Dino, declarou que vai cumprir a determinação judicial e garantiu que as atividades essenciais, como alimentação e farmácias, continuarão abertas. (Estadão Conteúdo)

Comentários