Brasil

Professores podem pedir subsídio para compra de computadores em SP

Para solicitar o benefício, o professor deve ministrar aulas ou classes na rede estadual de São Paulo
Supercomputador virtual pesquisa tratamentos
Valor pode ser usado na compra de notebooks, computadores desktops ou tablets. Crédito da foto: Pxhere

Os docentes da rede estadual de São Paulo que atendem aos critérios e desejam aderir ao programa Professor Conectado podem se inscrever a partir desta terça-feira (3) até o dia 31 de março de 2021, pela Secretaria Escolar Digital. O cronograma foi divulgado na resolução publicada no Diário Oficial na última quarta-feira (28).

O programa vai apoiar a compra de computadores (desktops ou notebook) ou tablets subsidiando o valor máximo de R$ 2 mil. A expectativa é atender 161 mil professores que atuam na Secretaria Estadual da Educação. O investimento para a compra de computadores será de R$ 322 milhões ao longo de dois anos.

Para solicitar o benefício, o professor deve ministrar aulas ou classes na rede estadual de São Paulo, ou ainda exercer a função de professor coordenador.

O reembolso parcial ou total será pago em até 24 parcelas mensais, que começam a partir de janeiro de 2021 e terminam em dezembro de 2022. O fim do pagamento das parcelas ocorrerá no dia 31 de dezembro de 2022, ainda que o professor realize a adesão ao programa depois de janeiro de 2021. O reembolso das parcelas será realizado na conta bancária funcional do docente.

Perderá o direito ao percebimento da parcela mensal do subsídio o docente que, no mês de referência: cometer falta injustificada; deixar de lançar notas e frequência no diário digital; não cumprir a carga horária mínima de 2 horas mensais complementares às horas de Aula de Trabalho Pedagógico Coletivo (ATPC). (Da Redação, com informações da Secretaria Estadual da Educação)

Comentários