Brasil

Polícia Federal ataca quadrilha por fraude em auxílios e aposentadorias por invalidez

As investigações desvendaram uma organização criminosa composta por médicos, advogados e intermediários
Polícia Federal
Viatura da Polícia Federal Polícia Federal. Crédito da foto: Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (7) a Operação Revide. O objetivo foi combater fraudes em auxílios e aposentadorias por invalidez.

São cumpridos 23 mandados de busca e apreensão em endereços na capital paulista, em Guarulhos e Caieiras, em São Paulo. A lista também inclui a cidade mineira de Poços de Caldas, além de medidas restritivas de direitos.

As investigações desvendaram uma organização criminosa composta por médicos, advogados e intermediários. Esse grupo fraudava benefícios previdenciários.

Desvio de dinheiro

Um perito judicial teria sido cooptado pelo grupo para declarar pessoas saudáveis como incapazes para o trabalho em troca de propinas. A PF não divulgou os nomes dos investigados.

Leia mais  Bares e restaurantes reabrem na Capital

 

O esquema já desviou cerca de R$ 13 milhões. A estimativa é que o prejuízo evitado com a desarticulação do grupo chegue aos R$ 27 milhões. (Estadão Conteúdo)

Comentários