Brasil Covid-19

País supera marca de 4 mil mortos num dia

País supera marca de 4 mil mortos num dia
Crédito da foto: Michael Dantas / AFP

O Brasil ultrapassou pela primeira vez ontem (6) a marca de 4 mil mortes pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, com 4.211 registros, recorde na pandemia. Ainda com aumento de infecções após quase um mês de medidas restritivas e vacinação lenta, a crise sanitária deve piorar antes de dar trégua e o País pode chegar a 5 mil vítimas diárias, segundo especialistas. Na contramão, outros países que tiveram número alto de óbitos — como Estados Unidos e Reino Unido — têm apresentado tendência de redução.

Apenas em março, a média de mortes diárias pelo coronavírus no Brasil ficou em 2.147, transformando este no pior mês de toda a pandemia no País, segundo dados do consórcio de imprensa, formado por Estadão, Folha, G1, O Globo, Extra e UOL — a média dos últimos sete dias está em 2.775. Em contrapartida, a média dos Estados Unidos, que concentra a maior parte de vítimas da Covid-19, ficou em 1.223 no mesmo período. Grande parte dos especialistas defende lockdown para conter o avanço do contágio, mas a restrição mais severa só foi adotada por algumas cidades, como Araraquara.

Estado também

Também o Estado de São Paulo registrou ontem novo recorde diário de mortes pela Covid-19 em 24 horas. Entre segunda-feira e ontem, foram contabilizadas 1.389 novas mortes, um crescimento de 1,8% no período. Novos casos avançaram 22.794, o que representa cerca de 85% da máxima histórica registrada no dia 1º. Ao todo, o Estado contabiliza até o momento 2.554.841 casos confirmados de contaminação e 78.554 mortes pelo coronavírus. (Estadão Conteúdo)

Comentários