Brasil

Temer se apresenta à Polícia Federal em São Paulo

A defesa do ex-presidente apresentou um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ)
Ex-presidente Michel Temer. Crédito da foto: Alan Santos/PR (28/8/2018)

A 1ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu quarta-feira (8) pela revogação do habeas corpus do ex-presidente Michel Temer e de João Baptista Lima Filho (coronel Lima), sócio da Argeplan. Promotores do Ministério Público Federal afirmaram que o grupo chefiado por Temer chegou a manter atividades de contrainteligência sobre investigações feitas pela Polícia Federal.

Acompanhe em tempo real o retorno de Temer à prisão:

17h53 – O pedido de liberdade ex-presidente Michel Temer será apreciado pela Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na próxima terça-feira, 14, durante sessão ordinária do colegiado, com horário de início previsto para as 14h. O pedido de defesa foi distribuído ao ministro Antonio Saldanha Palheiro.

17h29 – O coronel João Batista Lima Filho já chegou na tarde desta quinta-feira, 9, à sede da Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, onde tinha de se entregar até às 17 horas.O carro em que ele estava era escoltado por uma viatura da PF e chegou ao local às 16h45. Coronel Lima foi preso novamente pela mesma decisão dos desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que determinou a prisão do ex-presidente Michel Temer.

Leia mais  Morre piloto de avião que caiu em Belo Horizonte

15h24 – Michel Temer (MDB) se entregou na tarde desta quinta-feira (9), na superintendência da Polícia Federal em São Paulo, para o cumprimento da prisão preventiva no âmbito da Operação Descontaminação, braço da Lava Jato no Rio. O ex-presidente partiu em um carro, de sua residência, no bairro de Alto de Pinheiros, zona oeste, e seguiu rumo à sede da PF em São Paulo, na Lapa. Pouco antes da partida, chegou à casa o advogado do ex-presidente, Eduardo Carnelós.

14h59 – Temer chega à sede da Polícia Federal, em São Paulo.

14h53 – O ex-presidente Temer está a caminho da Polícia Federal em São Paulo. Veículos de comunicação seguem o carro onde está o ex-presidente pelas ruas da cidade.

 

14h46 – A defesa do ex-presidente Michel Temer apresentou nesta quinta-feira (9) um pedido de habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Nesta quarta-feira (8), a Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu que Temer e o coronel da reserva da Polícia Militar paulista João Baptista Lima Filho deveriam ser presos novamente. Por 2 votos 1, a turma revogou a liminar que havia liberado os dois da prisão quatro dias após serem detidos, em março.

Leia mais  Planalto troca líder no Congresso e PSL tem guerra por liderança na Câmara

A Justiça concedeu ao ex-presidente a possibilidade de se apresentar espontaneamente até às 17h desta quinta-feira. Se até lá Temer não se entregar, a Polícia Federal irá prendê-lo.

Temer e coronel Lima são alvos da Operação Descontaminação, desdobramento da Operação Lava Jato no Rio para investigar supostos desvios em contratos de obras na usina Angra 3, operada pela Eletronuclear. Os investigadores apontam desvios de R$ 1,8 bilhão.

14h30 – O advogado Eduardo Carnelós chegou na tarde desta quinta-feira (9) na casa do ex-presidente Michel Temer, em São Paulo. Ele não deu declarações à imprensa. O emedebista tem até às 17 horas para se entregar à polícia.

De acordo com a assessoria de imprensa do advogado, Carnelós vai acompanhar Temer até a Polícia Federal, na Lapa. Depois da chegada do ex-presidente à PF é que deve haver declarações à imprensa. Há pouco, seguranças saíram da casa de Temer e conduziram um carro que estava na rua, à frente da residência, para a garagem. Outro veículo de escolta está parado na porta da garagem.

Comentários

CLASSICRUZEIRO