Brasil Covid-19

Média diária passa de 2 mil mortes por Covid-19 no Brasil

Média diária passa de 2 mil mortes
90.830 novos casos foram registrados nas últimas 24 horas. Crédito da foto: Miguel Schincariol / AFP

A média móvel diária de mortes por Covid-19 no Brasil ficou, ontem, pela primeira vez acima de 2 mil, de acordo com dados reunidos pelo consórcio de veículos de imprensa. O número, de 2.031, significa que, somados os óbitos da última semana e divididos por sete dias, cada dia teve o equivalente a dois milhares de vítimas. A média está batendo recordes consecutivos há 19 dias. Os dados levam em conta números fornecidos pelas secretariais estaduais de Saúde.

A média desta quarta-feira é 52,4% maior se comparada com o dado registrado há 14 dias. Ao longo da última semana, 14.219 pessoas morreram em decorrência da doença, maior quantidade para um período como esse desde o início da pandemia.

Nas últimas 24 horas, o País registrou 2.736 novas mortes pela doença, segundo dados do consórcio formado pelo Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL reunidos junto às secretarias estaduais de Saúde. O número de vítimas desta quarta é o segundo mais alto de toda a pandemia, ficando atrás dos 2.798 vítimas desta terça-feira, 16. As onze maiores marcas diárias de óbitos aconteceram no mês de março. No total, o Brasil alcançou hoje 285.136 óbitos pelo novo coronavírus.

Leia mais  Julgamento sobre armas é suspenso

São Paulo voltou a registrar uma quantidade elevada de mortes, com 617 vítimas. O número foi de 314 em Minas Gerais, 261 no Paraná, 213 no Rio Grande do Sul, Estados com os maiores números absolutos de óbitos.

O balanço do consórcio mostra também que 90.830 novos casos foram registrados nas últimas 24 horas, o que fez o total chegar a 11.700.431 diagnósticos confirmados no País. A marca de 90 mil casos em um dia é a maior de toda a pandemia no País. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil tem 10.287.057 pacientes recuperados da covid-19 e 1.122.006 segue em acompanhamento médico. (Marco Antônio Carvalho – Estadão Conteúdo)

Comentários