Brasil Covid-19

Interior já responde por 70% dos novos casos de covid-19 em SP

Segundo o governo estadual, as regiões de Ribeirão Preto e Campinas ainda exigem atenção especial
Interior já responde por 70% dos novos casos de covid-19 em SP
Profissionais aferem temperatura de usuários do transporte público de Campinas. Crédito da foto: Emdec (8/6/2020)

O interior de São Paulo, que tem dez regiões com restrição total ao comércio não essencial, já responde por 70,8% dos novos casos de covid-19 registrados no Estado de São Paulo. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (7) pelo secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. No acumulado desde a chegada da pandemia no Estado, por outro lado, a capital ainda foi o local da morte de 43,4% das vítimas da doença.

“Os números de evolução ao longo da última semana, e dos dias da sexta-feira para cá, representam um quadro de evolução da pandemia um pouco melhor do que o da semana anterior”, disse Vinholi. Ele afirmou que há duas regiões, Ribeirão Preto e Campinas, que ainda exigem atenção especial.

“Em Ribeirão Preto e Campinas fizemos grandes investimentos para melhorar a capacidade hospitalar”, disse o secretário, citando a instalação de 178 leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) em Campinas e 88 em Ribeirão. “Mas (a capacidade hospitalar) ainda segue um pouco estressada, acima dos 80%” nessas regiões.

Está prevista para a próxima sexta-feira o anúncio da nova avaliação dos municípios dentro do plano de reabertura econômica do Estado, que classifica cada região segundo cores, determinadas a partir dos indicadores de novos casos.

Dados atualizados

O total de óbitos no Estado foi para 16.475 nesta terça, segundo dados divulgados pelo secretário executivo do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo. Nas últimas 24 horas, mais 341 mortes de pessoas com a doença foram confirmadas pelas autoridades de saúde.

Com os números de hoje, o total de infectados pela doença chegou a 332.708 pessoas. Dessa forma, mais 9.638 pacientes receberam o diagnóstico positivo para a doença nas últimas 24 horas.

 

A taxa de ocupação dos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) estão 64,3% no Estado nesta terça-feira. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, o número de pacientes internados é de 13.885. (Estadão Conteúdo)

Comentários