Brasil

Homem é preso com 40 quilos de maconha no Maranhão

Segundo deputado federal, acusado faria uma live, mas foi detido antes
Caso ocorreu na terça-feira (26). Credito da foto: Divulgação / Polícia Civil do Maranhão

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, em operação conjunta com as delegacias regionais de Imperatriz e Açailândia, prenderam em flagrante um homem de 34 anos por tráfico de drogas. A prisão ocorreu na manhã de terça-feira (26).

De Marabá, estado do Pará, o acusado estava sendo monitorado por meio de interceptação telefônica, autorizada pela Justiça, Na data, diante das informações colhidas, foi montada uma barreira pela Polícia Civil de Imperatriz e Açailândia nas proximidades do povoado Pequiá. A prisão ocorreu na abordagem do veículo HB20, que estava sendo conduzido pelo acusado.

Na ocasião, após revista no veículo, foram localizados 40 quilos de maconha. O material estava escondido nas portas, bancos, assoalho e tapetes do automóvel. Após a apreensão de todo o material e do veículo, o condutor foi preso e autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. A partir da data, ele ficou à disposição da Justiça.

Leia mais  Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 75 milhões neste sábado

A Polícia Civil do Maranhão não informou a identidade do acusado, mas trata-se de Rogério Bordalo. Ele é filho do deputado estadual Carlos Bordalo (PT). O parlamentar divulgou uma nota no sábado (30), onde comenta a situação do encarceramento do filho. Na nota, ele afirma que “acompanha com atenção os desdobramentos da prisão” que, segundo o material, “tem mestrado na Unicamp e “é dependente químico e vem tentando abandonar o vício há alguns anos”.

Ele ainda afirmou que “presta auxílio jurídico ao filho que aguarda decisão da justiça maranhense sobre a possibilidade de responder em liberdade”.

O deputado federal Eder Mauro (PSD) afirmou em sua conta no Twitter que o acusado faria uma live contra o presidente Jair Bolsonaro, sem partido, na data da prisão.

Comentários