Brasil Covid-19

Governo compra 10 milhões de doses da Sputnik V

Governo compra 10 milhões de doses da Sputnik V
Expectativa é que 400 mil doses cheguem até o fim de abril. Crédito da foto: Said Khatib / AFP

O Ministério da Saúde assinou ontem contrato para compra de 10 milhões de doses da Sputnik V, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, da Rússia, e distribuída no Brasil pela União Química.

Segundo o ministério, a ideia é receber 400 mil doses até o fim de abril, 2 milhões no fim de maio e 7,6 milhões em junho. A pasta afirma que só fará o pagamento pelas doses após a vacina receber autorização emergencial de uso ou registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A autorização para a compra da vacina já havia sido publicada em 20 de fevereiro e houve empenho (ato que antecede o pagamento) de R$ 693,6 milhões Cada dose custou cerca de US$ 12.

Mais cedo, a Anvisa informou que ainda aguarda dados de segurança e eficácia da vacina, além do pedido da União Química para começar a análise de uso da Sputnik V. A eficácia do imunizante é de 91,6%, segundo dados publicados na revista científica The Lancet.

Leia mais  SP bate recorde na apreensão de drogas no primeiro bimestre

A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou anteontem resolução que regulamenta a autorização excepcional e temporária para a importação por Estados, municípios e o Distrito Federal de medicamentos e vacinas contra a Covid-19 que ainda não possuam registro sanitário no Brasil, mas já estejam autorizadas em outros países. (Mateus Vargas e Sandra Manfrini — Estadão Conteúdo)

Comentários