Brasil

Gilmar Mendes manda soltar Alexandre Baldy

Baldy foi deputado federal por Goiás e, depois, comandou o Ministério das Cidades do governo Michel Temer

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou, no fim da noite desta sexta-feira (7), que o secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, fosse solto. A informação foi publicada no portal G1. O político foi preso na quinta (6) por suspeita de fraudes em contratos da área de saúde.

Baldy foi deputado federal por Goiás e, depois, comandou o Ministério das Cidades do governo Michel Temer. As supostas irregularidades investigadas pela Polícia Federal dizem respeito a esse período.

Também, ontem, mais cedo, a soltura do político havia sido negada pelo desembargador Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

O político foi preso durante a operação Dardanários, um desdobramento da Lava Jato que apura desvios na área da saúde envolvendo órgãos federais. A PF afirma que identificou “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas”. (Da Redação com Estadão Conteúdo)

Comentários