Brasil

Feriados adiantados opõem Covas e Doria

Feriados adiantados opõem Covas e Doria
Governador João Doria. Crédito da Foto: Divulgação / Governo do Estado de SP (10/03/2021)

A gestão da pandemia já opõe o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB) e o governador João Doria (PSDB). Doria considerou precipitado o anúncio da Prefeitura de antecipar feriados na capital.

O governador afirmou que alertou a Prefeitura de que “uma medida como essa deveria ser discutida previamente com governo estadual e prefeitos da região metropolitana e do litoral”. “Cria preocupação, principalmente da Baixada Santista, litoral norte e litoral sul em relação ao volume de pessoas que poderiam se dirigir a essas cidades. Infelizmente, a decisão do prefeito (Covas) foi anunciar sem esse entendimento prévio. Recebemos várias manifestações. O centro de contingência agora avalia medidas.”

Presente na coletiva, o prefeito de Santos, Rogério Santos (PSDB), pediu para que as pessoas de outras regiões não se desloquem à cidade e ainda anunciou o fechamento do calçadão e da praia. O governo também suspendeu a Operação Descida no Sistema Anchieta-Imigrantes.

Leia mais  Nascidos em novembro já podem atualizar dados no Caixa Tem

Em resposta, o prefeito Bruno Covas, que se encontra no Hospital Sírio-Libanês para mais uma sessão de quimioterapia, disse ontem que falta senso de urgência. “Aqui na Prefeitura tem menos falação, foco no trabalho e colaboração. Faço o máximo que posso para defender o povo da minha cidade. Cada um precisa assumir suas responsabilidades”, afirmou. (Estadão Conteúdo)

Comentários