Brasil

Exames descartam coronavírus em brasileiros repatriados da China

O Ministério da Saúde também atualizou que o País investiga oito casos suspeitos da nova infecção
O grupo teve amostras coletadas no domingo, 9, dia em que chegou ao Brasil. Crédito da foto: Out / AFP / DPA / Marijan Murat

Exames de sangue feitos nos 58 brasileiros que estão em quarentena em Anápolis (GO) descartaram em todos a presença do coronavírus. Os 34 brasileiros que viviam na China e os 24 tripulantes e profissionais de saúde e de comunicação que acompanharam a viagem de retorno dos repatriados tiveram amostras coletadas no domingo, 9, dia em que chegaram ao Brasil e os exames foram concluídos nesta terça-feira, 11.

Em entrevista coletiva nesta tarde, o ministério explicou que foi feito o exame RT-PCR, específico para o coronavírus que provoca a epidemia na China e que identifica a presença do RNA viral. Em todos os 58, o resultado foi negativo.

Leia mais  Coronavírus: cientistas britânicos começam a testar vacina em ratos

 

O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, disse que a pasta já emitiu uma recomendação ao Ministério da Defesa, que coordena a Operação Regresso, mas não quis antecipá-la à imprensa. O site da pasta, porém, logo após a coletiva, chegou a publicar que os 24 profissionais serão liberados da quarentena, mas continuarão sendo monitorados.

Ao ser questionada pelo jornal O Estado de S. Paulo se confirmava a informação, no entanto, a assessoria de imprensa do ministério tirou a frase do ar, mantendo somente que todas as pessoas em quarentena estão sem sintomas e infecção.

Casos suspeitos

O Ministério da Saúde também informou que investiga oito casos que se enquadram na definição de infecção por coronavírus no país. Os casos estão distribuídos nos seguintes estados: Minas Gerais (um), Paraná (um), Rio de Janeiro (dois), Rio Grande do Sul (um), São Paulo (três). (Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Comentários