Brasil

Estado de SP soma 49 mil pacientes recuperados

Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais
Estado soma 49 mil pacientes recuperados
Entre as vítimas com resultados confirmados para a doença estão 4.384 homens e 3.148 mulheres. Crédito da foto: AFP / Nelson Almeida

A Secretaria de Estado da Saúde registrou ontem um acumulado de 49.285 casos recuperados da Covid-19 no Estado. Há também 20.461 casos de pacientes com confirmação de coronavírus que foram internados, curados e tiveram alta hospitalar.

Entre as vítimas da doença estão 4.384 homens e 3.148 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,8% das mortes. Foram registrados em 525 municípios e os óbitos em 263 cidades paulistas.

Observando faixas etárias, nota-se que a mortalidade é maior entre 60 e 69 anos (1.747), 70 a 79 (1.770) e 80 e 89 anos (1.455). Entre as demais faixa etárias temos: menores de 10 anos (12), 10 a 19 anos (22), 20 a 29 anos (63), 30 a 39 anos (296), 40 a 40 anos (563), 50 a 59 anos (1.093) e maiores de 90 anos (511).

Leia mais  Centrais acionam STF por lockdown em todo o País

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59% dos óbitos), diabetes mellitus (43%), doenças hematológica e obesidade (11% cada), doença neurológica (9,4%), doença renal (3%) e pneumopatia (7,2%). Outros fatores identificados são imunodepressão, asma e doenças hepática. Esses fatores de risco foram identificados em 5.871 pessoas que faleceram por Covid-19 (80,7%).

SP tem novo recorde de casos e 257 mortes

Pelo terceiro dia consecutivo, o Estado de São Paulo, epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil, registrou mais de 5,5 mil novos casos de infecção pela doença em 24 horas. Dados divulgados ontem pela Secretaria Estadual da Saúde mostram que o total casos chegou a 107.142. O total de pessoas mortas aumentou de 7.275 para 7.532 de sexta-feira para ontem, um acréscimo de 257 casos. Os três maiores recordes de número de novos casos por dia da pandemia, desde março, foram atingidos, na quinta (6.382), sexta (5.691) e ontem.

Leia mais  Fabricantes dizem que não venderão vacinas a empresas

A taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está estável: 71,6% no Estado e 83,1% na Região Metropolitana da capital, que na sexta-feira recebeu autorização da gestão João Doria (PSDB) para iniciar planos, separada em sub-regiões, com propostas de reabertura comercial.

Mais cidades

Somente entre sexta-feira e ontem, o coronavírus chegou em mais quatro cidades do Estado. Agora, são 525 cidades paulistas com registros da doença. “O número de pacientes internados é de 12.988, sendo 8.190 em enfermaria e 4.798 em unidades de terapia intensiva”, informa a secretaria. Parte das cidades do interior do Estado iniciará a partir de amanhã, processos de reabertura econômica. Sorocaba está entre elas.

A taxa de isolamento social no Estado ficou em 47%, índice mais baixo do que o aferido na sexta-feira anterior, 22, quando foi de 48%. (Da Redação, com informações do governo do Estado de São Paulo e Bruno Ribeiro – Estadão Conteúdo)

Comentários