Brasil Eleições 2020

Doria pede à Justiça Eleitoral que apure origem de vídeo íntimo

O tucano citou pareceres de peritos criminais para afirmar que as imagens eram falsas com fim eleitoreiro

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo nas eleições 2018, João Doria, entrou com pedido para que a Justiça Eleitoral investigue o episódio sobre um vídeo de cena de sexo, veiculado na terça-feira (23) nas redes sociais. Em representação apresentada nesta quarta-feira (24), o tucano citou pareceres de peritos criminais para afirmar que as imagens eram falsas e teriam por objetivo interferir no resultado da eleição.

“O parecer atesta a falsidade do vídeo veiculado na terça-feira em redes sociais para difamar o candidato João Doria, com claro objetivo de influenciar o resultado das eleições para governador de São Paulo”, afirma a campanha. Em nota, a campanha afirmou ter anexado à representação laudos dos peritos criminais Rosa Maria Coronato Melkan, professora da Academia de Polícia Civil do Estado de São Paulo, e Marcos Olyntho Brandão Godoy, ex-diretor do Núcleo de Engenharia do Instituto de Criminalística de São Paulo. (Estadão Conteúdo)

Comentários