Brasil

Começa neste sábado reforma na pista principal do Santos Dumont

Aeroporto continuará a receber aeronaves menores na pista auxiliar
Reforma da pista principal do aeroporto Santos Dumont será executada 24 horas por dia e sete dias por semana. Crédito da foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

As obras de manutenção da pista principal do Aeroporto Santos Dumont começam neste sábado (24) e vão até 21 de setembro. Nesses 29 dias, o aeroporto, localizado na região central do Rio de Janeiro, continuará a receber aeronaves menores na pista auxiliar, o que incluirá parte dos voos da Azul e da Passaredo.

A reforma da pista principal do aeroporto será executada 24 horas por dia e sete dias por semana. Com as obras, será instalada uma camada porosa de atrito que vai melhorar o contato entre os pneus das aeronaves e a pista, reduzindo restrições nas operações em dias secos e chuvosos.

A pista principal do Santos Dumont tem 1.323 metros de comprimento e 42 metros de largura, enquanto a pista auxiliar tem 1.260 metros por 30 metros. Para que a pista auxiliar possa receber aeronaves 3C, como o Embraer E-190, o Airbus A318 e o Boeing 737-700, foi feita uma reforma de cabeceira e a implantação do sistema indicador de rampa.

Leia mais  Datafolha: Moro mantém aprovação acima de 50% e é o mais bem avaliado do governo

A última vez que o Santos Dumont passou por obras desse tipo foi em 2009, e a previsão da Infraero, empresa responsável pela administração dos principais aeroportos do país, é que as intervenções atuais tenham validade de mais 10 anos.

Voos transferidos

Durante a obra, o Aeroporto Internacional Tom Jobim – Rio Galeão deve receber 6 mil voos que passariam pelo Santos Dumont, incluindo todas as viagens das companhias Gol e Latam. Segundo a concessionária Rio Galeão, o aeroporto internacional receberá 767 mil passageiros a mais no período, o que representa um acréscimo de 73% em sua movimentação normal.

A Latam vai oferecer transporte terrestre gratuito entre o Santos Dumont e o Terminal 1 do Galeão no período das obras. Os clientes poderão embarcar, por ordem de chegada, em ônibus que partirão de hora em hora. Para usar o serviço, será preciso apresentar documento pessoal com foto válido para embarque, além do localizador do voo, da reserva ou do cartão de embarque.

A Gol também vai oferecer transporte gratuito entre os dois aeroportos e alerta que podem ocorrer pequenos ajustes no horário de partida dos voos transferidos para o Galeão.

Leia mais  No Senado, começa reunião da CCJ para discutir e votar Previdência

A Azul manterá no Santos Dumont, entre os dias 24 e 31 de agosto, os voos entre o Rio de Janeiro e as cidades de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, e São José dos Campos e Ribeirão Preto, no interior paulista, além de voos para o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Entre os dias 1º e 21 de setembro, além destes, a companhia vai retomar a ligação Rio-Vitória. Todos os outros voos da Azul serão transferidos para o Galeão.

Lojistas

A queda na circulação de passageiros no Santos Dumont preocupa lojistas e vendedores do aeroporto e do Shopping Bossa Nova Mall, que fica ao lado do terminal.

Gerente de uma loja de óculos, Robert Alves teme que o faturamento anual seja prejudicado. “Vai impactar diretamente no nosso dia a dia”, disse Alves. “Estamos vendo a possibilidade de conseguir parcerias com outras lojas para dar descontos.”

Leia mais  Cirurgia de Bolsonaro é mais simples e deve durar até três horas

Funcionário de um quiosque de bebidas no aeroporto, Marcelo Matias disse que sua escala de trabalho pode ser mudada para compensar a redução no número de clientes. “Estamos pensando em fazer escala 12 por 36 porque o público vai cair bastante”, informou Matias. (Por Vinícius Lisboa – Agência Brasil, Colaborou Tatiana Alves, repórter do Radiojornalismo da EBC)

Comentários

CLASSICRUZEIRO