Brasil

Butantan pede à Anvisa a aprovação de 2º lote com 4,8 milhões de doses

Das 1.357.940 doses da vacina destinadas ao Estado de São Paulo pelo Ministério da Saúde, 50 mil serão doadas ao Amazonas

O Instituto Butantan solicitou ontem (18) à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) uma autorização para o uso emergencial de um segundo lote de 4,8 milhões de doses de vacina Coronavac.

De acordo com o governador João Doria, a autorização para o uso emergencial que a Anvisa concedeu no domingo (17) dizia respeito exclusivamente ao lote de 6 milhões de doses da vacina.

Segundo ele, todas as doses já foram distribuídas ao Ministério da Saúde, e a cota que cabia a São Paulo foi mantida com o Estado.

“Nós estamos seguros de que a análise será feita pela Anvisa com o mesmo critério, mesmo cuidado, e mesma agilidade com que liberaram as 6 milhões de doses da vacina do Butantan”, concluiu.

Das 1.357.940 doses da vacina destinadas ao Estado de São Paulo pelo Ministério da Saúde, o governador João Doria já se comprometeu a doar 50 mil ao governo do Amazonas, que enfrenta uma crise no sistema de saúde devido ao avanço da pandemia do novo coronavírus e a falta de oxigênio para atendimento de pacientes.

Leia mais  SP registra 2 milhões de casos e 59,4 mil óbitos por coronavírus

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse esperar celeridade da Anvisa. (Estadão Conteúdo)

Comentários