Brasil

Após volta de energia no Amapá, senador cobra por CPI do Apagão

Além de uma CPI do Apagão, Randolfe falou da necessidade da responsabilização dos culpados
Após volta de energia no Amapá, senador cobra por CPI do Apagão
Crédito da foto: Dida Sampaio / Estadão Conteúdo (7/11/2020)

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi às redes sociais comemorar o restabelecimento de 100% da energia no Estado do Amapá, anunciado nesta terça-feira (24) pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

No entanto, o senador fez ressalvas, dizendo que a solução é paliativa, e defendeu a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão. “Vamos continuar na implantação da CPI do Apagão para que não ocorra novamente e para que os culpados paguem”, escreveu.

Segundo Randolfe, ainda é necessário um transformador reserva em Macapá e no Laranjal do Jari. “Caso contrário, estaremos sempre em risco de apagão”, alertou. O senador também listou uma série de questões que, segundo ele, precisam ser solucionadas no Estado.

Além de uma CPI do Apagão, Randolfe falou da necessidade da responsabilização dos culpados, apontados por ele como as empresas e o governo, da solução para redução das tarifas de energia no Estado, e do ressarcimento de danos materiais e imateriais à população afetada.

O fornecimento de energia elétrica no Estado do Amapá foi 100% restabelecido ontem, com a energização do segundo transformador na subestação Macapá, informou o Ministério de Minas e Energia (MME). A energização do equipamento, essencial para a normalização do fornecimento de energia ao Estado, estava prevista para ocorrer até quinta-feira, 26, mas a operação foi antecipada. (Estadão Conteúdo)

Leia mais  26 pessoas morrem em estradas de São Paulo em quatro dias

 

Comentários