Rota do Equilíbrio

Pré-Treino Saudável Para Sua Dieta Low-Carb

“O que comer antes e depois do treino” é uma dúvida bastante comum.

Até porque muitas vezes parece que estamos sendo bombardeados por informações ressaltando a importância dessas duas refeições.

Por isso, quero te contar como tem sido meu pré-treino mais recente.

O que eu tenho comido antes do treino

Bom, nas últimas vezes… nada.

(Alguns podem dizer que isso é uma mentira. Se você considerar que tomei uma xícara de café preto.

Mas é uma verdade no sentido de que não comi nada — no sentido de que não ingeri alimentos sólidos, nem mesmo calorias.)

Porém, uma mentira muito maior é a ideia que você PRECISA comer antes de treinar…

Pois, caso contrário:

  • seus músculos vão ser destruídos,
  • você não terá energia, e
  • todo o seu treino não terá valido de nada.

Essa mentira é uma das favoritas das indústrias de suplementos.

Porque isso as permite vender dezenas de “diferentes” suplementos voltados para ANTES e DEPOIS do treino.

Como por exemplo:

  • suplementos pré-treinos,
  • shakes de whey protein (para rápida absorção),
  • shakes de albumina (para absorção mais lenta),
  • cápsulas de BCAA (mais uma proteína)
  • maltodextrina (carboidrato para “rápida energia”),
  • waxy maize (mais outro carboidrato),

dentre outros.

Mas será que você precisa mesmo de tudo isso para ter resultados?

A resposta é NÃO.

Porém, você também não precisa treinar em jejum.

E, se você busca a hipertrofia muscular, pode ser melhor não treinar em jejum.

Mas, nesse caso…

O que você pode comer?

O que você pode comer antes e depois do treino

Essa é uma ótima pergunta — que não tem apenas uma única resposta.

Por isso, elaboramos um texto completo respondendo essa dúvida.

Nele, falamos tudo sobre:

  • jejum antes do treino,
  • jejum depois do treino,
  • suplementos (mas só os realmente úteis),
  • opções práticas de lanches.

e muito mais (clique aqui para ler o texto).

Mas é claro que não vamos te deixar apenas com a indicação de ler nosso artigo.

Vamos separar aqui os top 10 opções que vemos nossos leitores seguindo com sucesso na dieta low-carb.

7 opções de Pré-treinos low-carb

Importante notar que estamos falando de pré-treino low-carb.

Mas todas essas opções são igualmente válidas para depois do seu exercício também — isto é, também são boas ideias para o pós-treino.

Sendo que focamos na praticidade das opções — e nos baseamos no que nós já fizemos, e no que vemos muitos leitores e clientes fazerem com sucesso.

Pré-treino low-carb #1 — Sardinha em lata

Pode parecer estranho à primeira vista pensar em comer sardinha em lata como pré-treino.

Mas a gente consegue se acostumar facilmente com a ideia.

Trata-se de um alimento que:

  • vem pronto para consumo,
  • é rico em proteínas, e
  • é rico em gorduras boas (inclusive ômega-3).

Ou seja, ele possui todas as características que geralmente buscamos em um pré-treino: praticidade, fonte de proteínas e fonte de energia (no caso, as gorduras).

Claro que você poderia optar também por atum em lata se preferir atum.

Mas acreditamos que pelo preço e pela questão do Ômega-3, nossa opção pessoal seria pela sardinha mesmo.

Além disso, é mais fácil encontrar sardinhas sendo conservadas em azeite de oliva — em vez de óleos vegetais pró-inflamatórios.

E, para quem se preocupa com intoxicação por metais pesados (como o mercúrio), as sardinhas também saem na frente.

Por serem peixes menores, elas tendem a acumular menor quantidade desses metais do que peixes grandes como o atum.

Pré-treino low-carb #2 — Shakes de proteína

Mas se você prefere algo ainda mais prático e com menos calorias, você pode optar por um shake feito com algum suplemento de proteína.

Essa é uma opção mais padrão, mas a diferença é que por estar lendo este post você já sabe que não precisa gastar mais dinheiro do que precisa escolhendo um suplemento de proteína super caro.

Basta optar por qualquer boa fonte de proteína:

  • Whey protein (não precisa ser do mais caro);
  • Albumina;
  • Caseína;
  • BCAA;
  • Beef Protein.

Enfim, opções não faltam e existem para todos os bolsos.

Apenas fique atento com as informações nutricionais e os ingredientes.

Assim você consegue fugir da armadilha de “comprar gato por lebre.”

Ou seja: comprar proteína e levar para casa açúcar.

Pré-treino low-carb #3 — Frutas low-carb

Já para aquelas pessoas que treinam de manhã e querem algo com mais cara de “café da manhã”, uma opção são as frutas low-carb.

Nesse caso, estamos falando de frutas como:

Porém, a gente sinceramente não gosta tanto dessa ideia — pelo menos não se as frutas não forem acompanhadas de uma fonte de proteína.

Isso porque as frutas citadas não são ricas em proteínas e por isso, a nosso ver, deixariam a refeição pré-treino aquém do ideal.

Especialmente se você estiver vindo de várias horas de jejum.

Mas isso pode ser facilmente resolvido se você adicionar ovos a ela.

Pré-treino low-carb #4 — Ovos

Outra ótima opção de pré-treino na dieta low-carb são os ovos.

Os ovos são ricos em proteínas, gorduras boas e altos em saciedade.

Ou seja, eles vão te deixar saciado ao longo do treino todo enquanto ainda fornecem energia e proteínas para preservar seus músculos.

E todos os tipos de preparações são válidas:

  • ovos mexidos,
  • ovos cozidos,
  • ovos fritos,
  • omelete,

e com todo tipo de adição que você gostar:

  • presunto,
  • bacon,
  • queijo…

E falando em queijos, eles são nossa quinta opção!

Pré-treino low-carb #5 — Queijos

Ah, queijos… Nós simplesmente adoramos queijos!

Eles têm cara de lanche, são muito gostosos e práticos — perfeitos para um pré-treino delicioso.

Os queijos ainda são pobres em carboidratos e ricos em proteínas completas e gorduras boas.

O único problema a nosso ver é o seguinte.

Muitas pessoas acabam despertando uma certa compulsão por queijo quando ingerem o primeiro pedaço, e acabam caindo no famoso efeito-dominó.

Para pessoas basta comer o primeiro pedacinho para não conseguir parar de comer até que a peça de queijo esteja finalizada.

E isso pode ser ruim tanto pela grande quantidade de calorias que isso representaria, quanto porque você iria se sentir muito estufado e isso poderia prejudicar seu treino.

Mas se você não é uma dessas pessoas compulsivas, então vá fundo com os queijos.

Lembrando que quase todos os queijos são liberados na dieta low-carb.

Pré-treino low-carb #6 — Oleaginosas

Assim como os queijos, as oleaginosas também são ótimas opções de lanche antes do treino.

Afinal elas são:

Porém, assim como os queijos, apresentam o lado negativo de podem despertar a compulsão em algumas pessoas — o que pode acarretar numa ingestão excessiva e desnecessária de calorias.

Com certeza é muito difícil parar de comer um pote de amêndoas ou amendoins salgadinhos… dá água na boca só de pensar!

E se as oleaginosas estão liberadas, então as receitas feitas com suas farinhas low-carb também estão, não é verdade?

Pré-treino low-carb #7 — Receitas Práticas

Por fim, queríamos deixar a dica das receitinhas low-carb para seu pré-treino.

A verdade é que essas receitas vão bem em qualquer hora do dia e são apenas para mostrar que você pode fazer a receita que bem entender no momento antes do seu treino.

Apenas vale um alerta: essas receitas costumam ser bem calóricas, portanto, assim como no caso dos queijos e das oleaginosas, vale a pena tomar cuidado para não exagerar na quantidade consumida.

Tendo dito isso, algumas das receitas mais práticas e com “cara de pré-treino” são:

Dentre muitas outras receitas que você pode conhecer clicando aqui.

Lembrando que todas as opções apresentadas são 100% sem glúten e baixas em carboidratos.

Para te ajudar a ter sucesso na sua estratégia alimentar low-carb.

Pré E Pós-Treino Na Low-Carb: Saiba Mais

Além do artigo completo, queremos te sugerir outro recurso complementar.

É o livro “O Que Comer no Pré e Pós-Treino?” da Nutri Paula Mello.

(Tem um título bem descritivo, você não acha? ?)

A ideia é entrar em mais detalhes sobre essa questão.

E remover mitos e crenças limitantes que podem estar prejudicando a sua qualidade de vida.

E até mesmo seus resultados.

Nós lemos o livro e gostamos bastante.

(Especialmente da parte das receitinhas para pré e pós treino hehe.)

Nas palavras da Paula:

  • “O objetivo do livro não é lhe enganar, fazendo você acreditar que suas refeições antes e depois do treino serão pontos cruciais para o seu resultado de emagrecimento.
  • Longe de mim querer criar tal ilusão!
  • Se o seu principal objetivo é emagrecer (mantendo a massa magra no lugar) e ter saúde incluindo treinos 3 a 5 vezes por semana, você não precisa supervalorizar essas duas refeições.
  • Porque boa parte do seu resultado virá do seu comportamento alimentar ao longo de todo o dia.
  • E não apenas dos momentos que circundam o seu exercício.
  • Mas você tem MUITO A GANHAR desmistificando certas lendas e entendendo de fato quais alimentos podem entrar nesses momentos.
  • Para que não haja prejuízos na execução do seu treino e para que você otimize os seus resultados de perda de gordura.”

Os destaques são meus.

E os coloquei porque achei que resumem bem a filosofia da Paula: sempre sensata e com foco na comida de verdade.

Se você se interessou pela obra, recomendamos o livro.

>>> Clique aqui para garantir sua cópia

Se você comprar hoje, ainda te damos de presente o nosso livro de receitas low-carb para as festas de final de ano.

Tem uma seleção especial de receitas nele – incluindo farofa natalina, chocotone, rabanada…

Enfim, some essas receitas aos tradicionais pratos como peru, chester ou presunto… e você tem uma ceia low-carb completa.

>>> Clique aqui para conhecer o livro da Paula e garantir seus bônus.

Nesse meio tempo, continuo tomando apenas o café de pré-treino.

(Acho que isso se adequa bem ao meu protocolo pessoal de jejum intermitente.)

E, depois de treinar, faço um belo almoço.

Uma refeição farta, e repleta de boas proteínas.

Mas, conforme dissemos, essa não é a única opção possível.

Por isso, estude sobre o assunto (no nosso texto e no livro da Paula Mello) e decida qual alternativa se adequa melhor a sua vida.

Porque a nossa crença é que, com sabedoria e inteligência, você consegue desenhar um estilo de vida em que tem prazer nas suas atividades, alimentações, exercícios…

Sem abrir mão da saúde e da boa forma.

É isso que queremos te ajudar a conquistar.

Como você tem se saído nesse objetivo?

Sinta-se à vontade para deixar um comentário abaixo — e seguirmos essa conversa.

Forte abraço,
— Guilherme e Roney.

Comentários