Agenda Metropolitana

Cerquilho tem show de cururu e humorístico no fim de semana

Evento resgata a cultura caipira na sexta-feira (19) e Afonso Padilha apresenta “Alma de pobre” no sábado (20)

Marinaldo Cruz Filho

Um show que resgata o cururu, parte da rica tradição caipira, e o stand up comedy “Alma de pobre”, com Afonso Padilha, sobre estigmas sociais, são os destaques da agenda cultural de Cerquilho no próximo fim de semana. Os dois eventos acontecem no Teatro Municipal.

Dia do Cururu reúne artistas de cinco cidades para homenagear os mestres do improviso
Dia do Cururu reúne artistas de cinco cidades para homenagear os mestres do improviso (REPRODUÇÃO)

 

Dia do Cururu

Um dos ritmos musicais mais tradicionais da cultura caipira é a estrela do espetáculo Dia do Cururu, na sexta-feira (19), a partir das 19h, no Teatro Municipal de Cerquilho. Cururueiros de Cesário Lange, Porto Feliz, Tatuí, Piracicaba e também cerquilhenses homenageiam grandes nomes do Cururu, como Jumar Inácio, Nagibe Leite e Chiquinho Rodrigues.

O evento é promovido pela Coordenadoria de Cultura da Prefeitura Municipal e com a participação de Cássio Carlota e Batista das Neves (Porto Feliz); Zezão Neto e Zé Mulato (Cesário Lange); Rubinho Véio e Josué (Tatuí), Helinho Sucegan, Nagibe Leite, Donizeti e Jaime Pinheiro (Cerquilho) e Luizão do Paudaio (Piracicaba). A apresentação fica por conta do Amigo Darci, de Tietê.

Leia mais  Trio Nobile apresenta raridades da música de câmara no Teatro Municipal

Combate poético

Diferente do cururu da região do Pantanal Matogrossense e da versão mineira – respectivamente, uma dança típica e um ritmo musical consagrado na música “O menino da porteira” -, o cururu paulista é um canto de improviso característico da região do Médio Tietê. Semelhante ao repente no nordeste e à trova no Rio Grande do Sul, sua origem é creditada a uma mistura de tradições indígenas, europeias e africanas. As apresentações são um verdadeiro combate poético, um desafio em trovas ao som de violas caipiras.

Serviço – A entrada para o show é solidária. Cada ingresso equivale a um quilo de alimento não perecível. A troca é feita na bilheteria do Teatro Municipal. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3384-8333.

Afonso Padilha destrincha, de maneira criativa e bem humorada, o estigma social
Afonso Padilha destrincha, de maneira criativa e bem humorada, o estigma social (REPRODUÇÃO)

 

Alma de pobre

No sábado (20), às 19h, o Teatro Municipal de Cerquilho recebe o humorista e roteirista Afonso Padilha, com sua nova turnê “Alma de Pobre”. O espetáculo destrincha, de maneira criativa e bem humorada, o estigma social. O artista usa histórias pessoais para ilustrar que, para muitas pessoas, não importa quanto dinheiro ganhem, pois continuarão sendo pobres.

O curitibano trabalha com comédia desde meados de 2010. Como roteirista, já escreveu peças para canais como Porta dos fundos. Também atua nos palcos do País inteiro, além de fazer parte do 4 Amigos, maior grupo de stand up comedy da atualidade. Possui três especiais de comédia no seu canal do YouTube e um na Netflix mundial.

Leia mais  Semana Cornélio Pires tem filmes e orquestra caipiras

Serviço – Os ingressos (inteiro a R$ 70,00 e meia entrada a R$ 35,00) podem ser adquiridos na Bilheteria do Teatro ou no site da Megabilheteria.

Serviço – Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3384-8333 e no site da Prefeitura de Cerquilho.

Como chegar

O endereço do Teatro Municipal de Cerquilho é rua Ângelo Luvizotto, sem número, no Centro.

O Município de Cerquilho está localizado no noroeste da Região Metropolitana de Sorocaba, a 60 quilômetros de Itu, 85 quilômetros de Sorocaba e 120 quilômetros de Piedade.

Confira mais notícias da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) na Agenda Metropolitana e na página Sorocaba de Todos

Comentários

CLASSICRUZEIRO