Turismo

Pelo Brasil afora, mas de um jeito diferente

Tours on-line também podem ajudar na escolha da próxima viagem
Pelo Brasil afora, mas de um jeito diferente
As belezas de Curitiba, inclusive do Parque Barigui, fazem parte do passeio on-line da plataforma Drive & Listen. Crédito da foto: Arquivo JCS

Como ainda não é recomendável viajar de verdade pelo Brasil, por conta da pandemia da Covid-19, que atinge todo o País, as viagens virtuais continuam como agradáveis opções de espairecimento e conquistaram grande espaço nas plataformas digitais. Além de matar a saudade dos destinos nacionais, os tours on-line também são uma alternativa de programação de novas viagens para o turista na retomada do setor.

Para facilitar o acesso a eles, o site GoPasseios, de uma startup situada em São José dos Campos, decidiu reunir os materiais de várias plataformas em um só lugar.

Dentre as opções disponíveis estão city tours por cidades históricas, visitas a museus, centros culturais, bibliotecas, belezas naturais e até passeios voltados para crianças. Projeto Tamar, Inhotim, Pinacoteca de São Paulo, Câmara dos Deputados, Museu da Língua Portuguesa são alguns dos destinos disponibilizados por Google Arts & Culture, AirPano, EraVirtual, Ceará 360, Rio360 online, entre outros. “Percebemos que, embora existam vários passeios virtuais de ótima qualidade por aí, era super difícil achar um ou outro espalhados em fontes diversas”, disse Alexandre Magno, co-fundador da startup GoPasseios. “Foi aí que surgiu a ideia de agregar todos do Brasil, que tenhamos notícia. Hoje já são mais de 110 disponíveis”, afirmou.

Leia mais  Turismo na natureza lidera a preferência dos viajantes

Patrimônios históricos

Pelo Brasil afora, mas de um jeito diferente
O acervo de obras de arte da Pinacoteca de São Paulo, na capital paulista, pode ser apreciado virtualmente por meio do site GoPasseios. Crédito da foto: Arquivo JCS

Seguindo a mesma linha, o site Eravirtual, que divulga e promove o patrimônio cultural brasileiro desde 2008, disponibilizou um acervo com visitas virtuais imersivas por pontos turísticos nacionais, incluindo museus, patrimônios culturais, igrejas, teatros e exposições. Ouro Preto (MG), Santuário de Bom Jesus (MG) e Águas do Rio Grande são alguns dos destinos nacionais disponibilizados.

As visitas virtuais são orientadas e acompanhadas por áudios e textos educativos com versões em cinco idiomas, incluindo o de Libras para deficientes auditivos. O projeto, que tem o apoio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Fundação Vale, Unesco e Fundação de Cultura, Lazer e Turismo de Congonhas-MG (FUMCULT), também oferece um aplicativo para smartphones e tablets que auxilia os turistas no passeio presencial.

Em tempo real

Ver o movimento dos carros, dos turistas registrando imagens de monumentos, das pessoas atravessando as ruas e pedalando são imagens que ficaram guardadas na memória de quem gosta de visitar destinos turísticos. Com a pandemia, essa movimentação toda precisou ser pausada e sites elaboraram formas de levar à população algumas formas de viajar sem precisar sair de casa.

É o caso do Drive & Listen, plataforma digital que oferece aos internautas a chance de visitar “em tempo real” cidades icônicas do mundo, e com as música que tocam por todo o planeta. E o Brasil não ficou de fora. Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Curitiba (PR) são as capitais disponíveis que oferecem ao visitante a possibilidade de percorrer as ruas como se estivesse dentro de um carro. A ferramenta dá ao turista a sensação de estar de fato conhecendo o destino. Vale destacar que as imagens foram gravadas antes do início do isolamento social.

Leia mais  Destinos regionais devem ser 1ª opção
Pelo Brasil afora, mas de um jeito diferente
As tartarugas protegidas pelo Projeto Tamar estão ao alcance dos olhos dos turistas. Crédito da foto: Arquivo Agência Brasil

Durante a “viagem” é possível ainda ouvir a rádio local, o barulho das ruas e acelerar a velocidade do carro. “Acabei de visitar Curitiba ouvindo Djavan!” contou a gestora de recursos humanos de Brasília (DF), Joselice Moura. A profissional não conhece a capital paranaense, mas sempre teve vontade principalmente após conviver com uma amiga que é apaixonada pelo destino. “Já visitei São Paulo, então prefiro conhecer algo novo depois da pandemia. Através do site, fiquei com ainda mais vontade de viajar pra lá (Curitiba) e ver ao vivo o Jardim Botânico que parece ser lindo”, completou. (Da Redação, com informações do Ministério do Turismo)

Comentários