Turismo

Parques nacionais já recebem visitantes

Até agora, 10 Unidades de Conservação Federais foram abertas total ou parcialmente, com restrições
Parques nacionais já recebem visitantes
No Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará, o número de visitantes e o tempo de permanência serão reduzidos, entre outras medidas de segurança. Crédito da foto: Divulgação / Arquivo Ministério do Turismo

De forma gradual, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) está reabrindo os parques nacionais, conforme as regras de cada Estado e município, com planejamento e obedecendo as orientações de segurança para evitar a proliferação da Covid-19. Até agora, dez Unidades de Conservação Federais foram abertas total ou parcialmente para visitação.

O Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará, foi reaberto no sábado (8), adotando protocolos de segurança contra o coronavírus. A autorização do ICMBio, publicada na sexta-feira (7) no Diário Oficial da União, trouxe diversas orientações de medidas a serem adotadas para a segurança dos visitantes.

Dentre as regras estabelecidas estão o uso obrigatório de máscara durante todo o período de visitação, a disponibilização de álcool em gel ou produto de higienização aos visitantes, a desinfecção de ambientes e de equipamentos de proteção individual, necessários para alguns atrativos. Além disso, a capacidade do parque e o tempo de permanência serão reduzidos e será necessário manter o distanciamento de dois metros de distância entre cada pessoa.

A orientação do ICMBio é de que os parques, para evitarem filas, priorizem a venda de ingressos on-line, serviços ou agendamentos.

Itatiaia

Parques nacionais já recebem visitantes
No Parque Nacional do Itatiaia, entre os Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, as ações de reabertura acontecerão em três fases, da mesma forma limitando o acesso de turistas. Crédito da foto: Divulgação / Arquivo Ministério do Turismo

O Parque Nacional do Itatiaia, localizado na Serra da Mantiqueira, começou a reabertura de forma gradual no dia 5 de agosto, após meses fechado em decorrência da pandemia de coronavírus. Criado em 1937, foi o primeiro Parque Nacional do Brasil e é um importante atrativo turístico da região onde está situado, que abrange os Estados de Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.

A retomada das atividades será feita a partir da adoção de protocolos de prevenção estabelecidos por órgãos oficiais de saúde e pelo ICMBio. As medidas foram baseadas em três frentes de atuação: sociais, sanitárias e operacionais, que estabelecem o distanciamento físico, a sanitização dos ambientes e ações restritivas para a prevenção de contágio da Covid-19.

Além disso, as ações serão realizadas em três fases: a fase um consiste na restrição de acesso a parte dos atrativos; a fase dois na flexibilização do acesso, mas com capacidade reduzida; e por fim a fase três, onde as atividades serão retomadas normalmente.

Na fase inicial de reabertura, apenas a parte baixa e algumas atrações da parte alta do parque estarão abertas. A maior parte dos atrativos terá restrições quanto ao fluxo de visitação e, em todos os locais, os visitantes deverão manter o distanciamento mínimo de dois metros e usar, obrigatoriamente, máscaras de proteção. Para evitar aglomerações, o tempo de permanência de cada atrativo será controlado. A direção do parque aconselha que os ingressos sejam comprados pela internet, para evitar aglomerações.

Foz do Iguaçu

O Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no Paraná, está retomando as atividades de forma gradativa. A estação Porto Canoas, que abrange o restaurante e outras lojas, segue fechada e será reaberta em próxima etapa.

Parques nacionais já recebem visitantes
Como nas outras unidades de conservação, quem for ao Parque Nacional do Iguaçu deverá usar máscara durante todo o passeio. Crédito da foto: Divulgação / Arquivo Ministério do Turismo

O Parque Nacional do Iguaçu vai funcionar de terça-feira a domingo, das 9h às 16h, e, na entrada do atrativo, os visitantes serão orientados sobre os novos procedimentos e cuidados em relação à prevenção contra o coronavírus. Dentre as medidas obrigatórias estão a redução da capacidade do local, a aferição da temperatura, o distanciamento entre as pessoas e o uso de máscara durante todo o passeio.

Para garantir a segurança dos turistas, as visitas devem ser agendadas e os ingressos serão vendidos exclusivamente pelo site. Moradores de Foz do Iguaçu e de cidades vizinhas possuem 90% de desconto com o Passe Comunidade que deve ser adquirido nos terminais de autoatendimento, localizados no Centro de Visitantes do Parque Nacional.

Refúgio de Alcatrazes

O ICMBio também autorizou a reabertura do Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes (Refúgio de Alcatrazes), em São Paulo. A retomada deve acontecer com a redução em 50% da capacidade do local. Além das regras de segurança obrigatórias, o ICMBio recomenda que os visitantes levem seus próprios equipamentos de mergulho e seu próprio alimento e bebida.

Chapada dos Veadeiros

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, localizado em Alto Paraíso do Goiás (GO), também deve reabrir em breve. Um decreto publicado pela prefeitura municipal na semana passada permite a reabertura de atrações turísticas, comércio, hotéis, bares e restaurantes. A liberação das atividades, no entanto, será condicionada à autorização do Plano de Gestão de Atrativo Turístico, à assinatura do Termo de Compromisso e Ajuste de Conduta e ao atendimento de protocolos gerais e específicos determinados pela Secretaria Estadual de Saúde e órgãos de administração do município. (Da Redação, com informações do Ministério do Turismo)

Comentários