Turismo

Brotas vai muito além do turismo de aventura

Ecoturismo, gastronomia, contemplação e a tranquilidade do interior são algumas das opções oferecidas aos visitantes
Brotas, muito além do turismo de aventura
Para espairecer, pesca esportiva na represa do Patrimônio. Crédito da foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Brotas

Engana-se quem pensa que Brotas oferece apenas o chamado turismo de aventura. Boa comida, caminhadas leves, belezas naturais e muitas oportunidades de contemplação são algumas das outras opções encontradas na cidade que fica a 215 quilômetros de Sorocaba. Assim, para os amantes do ecoturismo ou para aqueles que procuram um pouco de descanso, Brotas é um ótimo destino.

Um banho de cachoeira ou de rio é um dos programas obrigatórios para quem vai até Brotas. Abertas à visitação, com infraestrutura para receber o turista, são 20 cachoeiras — a queda da mais alta é de 60 metros — e cada uma com um atrativo e um charme específico. Sem falar nas paisagens, que são incríveis graças ao relevo assimétrico das cuestas com encostas cobertas de mata atlântica e pedras de arenito que afloram em meio à vegetação de cerrado.

Brotas, muito além do turismo de aventura
Embrenhar-se no meio da mata, um exercício relaxante. Crédito da foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Brotas

Pesca e comida caipira

O rio Jacaré Pepira, cujas águas no trecho que corta o município têm 89% de pureza, completa o belo cenário e amplia as opções de lazer. As quedas e corredeiras, além de um espetáculo aos olhos, são perfeitas para praticar turismo de aventura. E no trecho que ele é represado, no bairro Patrimônio, bem pertinho de várias cachoeiras, é o local ideal para pesca e vários esportes aquáticos.

Brotas, muito além do turismo de aventura
E depois apreciar um dos mais belos espetáculos da natureza. Crédito da foto: Thiago H. Santos

Outro atrativo para os visitantes de Brotas são os restaurantes e os locais que vendem produtos típicos da culinária caipira. Doces de tacho, queijos e café moído na hora são apenas algumas das guloseimas encontradas na cidade. O clima do interior é sentido nas praças e ruas da área central e não é difícil encontrar relíquias das famílias expostas em forma de museu. Visitar Brotas é uma volta ao clima bucólico.

Areia que Canta

Brotas, muito além do turismo de aventura
A nascente da Areia que Canta, uma experiência inesquecível. Crédito da foto: Carolina Santana

Conhecer a nascente da Areia que Canta é, sem dúvida, uma experiência inesquecível para quem vai até Brotas. Do chão brotam cerca de 70 mil litros de água cristalina por hora formando uma paradisíaca lagoa. Parte do aquífero Guarani, a nascente está dentro da Fazenda Tamanduá que abriga também um hotel fazenda com o mesmo nome: Areia que Canta.

O nome da nascente vem do som feito quando dois punhados de areia são esfregados. Alguns estudos foram feitos no local e mostraram que o movimento causado pelas nascentes deixaram os grãos de areia perfeitamente arredondados e quando eles são friccionados emitem um som peculiar.

Brotas, muito além do turismo de aventura
Durante a caminhada na trilha, outros momentos de descontração. Crédito da foto: Thiago H. Santos

Na Areia que Canta os visitantes podem entrar na água apenas usando um flutuador e colocar os pés no fundo da lagoa é proibido. O cuidado é para que a areia não seja compactada prejudicando o fluxo da água que brota do chão. Outro cuidado é com o número de pessoas e somente quatro são permitidas por vez.

Tirolesa, arvorismo e rafting

Brotas, muito além do turismo de aventura
Cachoeira Cassorova, um dos locais mais bonitos de Brotas. Crédito da foto: Divulgação / Secretaria de Turismo de Brotas

Para os amantes de adrenalina é indispensável as atividades radicais que deram fama à cidade como um destino de turismo de aventura. Diversos lugares contam com tirolesa e arvorismo. No Ecoparque Cassarova são cerca de 110 metros de altura e um trecho de 150 metros onde é possível ver de cima uma das cachoeiras da propriedade.

O rafting e o boia cross são, sem dúvida, uma marca registrada da cidade. A descida do rio Jacaré Pepira, porém, deve ser feita apenas com empresas credenciadas que contam com profissionais especializados e preparados para garantir uma experiência inesquecível. O rio tem diversas quedas e corredeiras que além de um espetáculo para os olhos também são uma ótima opção de lazer.

Brotas, muito além do turismo de aventura
Museu Caipira, para vivenciar ainda mais o clima do interior. Crédito da foto: Carolina Santana

Serviço

Para receber os turistas, distribuídos entre a cidade e a zona rural, mais de 40 meios de hospedagem entre hotéis, pousadas, hotéis-fazenda e resorts, mais de 60 estabelecimentos gastronômicos e oito operadoras que cuidam de tudo para que a diversão esteja garantida.

Atualmente, o turismo é a atividade econômica mais importante do município de 23 mil habitantes. O setor responde por cerca de 25% dos empregos diretos no município. Brotas é um destino de fácil acesso, pelas rodovias Bandeirantes, Anhanguera, Washington Luís e SP-225 (Eng.º Paulo Nilo Romano). Saiba mais em www.brotas.tur.br.

 

Comentários

CLASSICRUZEIRO