fbpx
Turismo

Aberta a temporada de observação de baleias no Brasil

Além do célebre berçário de jubartes no litoral baiano, a região sul do País acaba de ganhar a Rota da Baleia Franca

Em terra ou embarcados, os observatórios de baleias brasileiros estão se tornando cada vez mais procurados pelos turistas. A exemplo do célebre berçário de jubartes no litoral baiano, a região sul do País acaba de ganhar a Rota da Baleia Franca. Situado em três municípios catarinenses, o destino oferta uma experiência única de admirar, por terra, os cetáceos que passam pelo local. O período mais propício para observá-los é sempre entre o inverno e a primavera.

A Rota da Baleia Franca foi apresentada, na semana passada, na 23ª Feira de Turismo Avirrp, em Ribeirão Preto. O evento teve a participação de representantes do Ministério do Turismo, assim como de companhias aéreas nacionais e internacionais. Também atraiu operadoras de turismo, redes hoteleiras, companhias marítimas, órgãos públicos de turismo e locadoras de veículos.

Litoral de Santa Catarina é o melhor observatório de baleias franca no Brasil
Litoral de Santa Catarina é o melhor observatório de baleias franca no Brasil. Crédito da foto: Reprodução/Rota da Baleia Jubarte

 

Paraíso da baleia franca no Sul

Contemplando as cidades de Laguna, Imbituba e Garopaba, a Rota da Baleia Franca se consolida como opção em Santa Catarina. Além disso, os municípios ainda somam outros atrativos turísticos. Por exemplo: 37 praias e centro histórico com mais de 600 edificações tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Observação de botos pescadores, cultura e boa gastronomia também estão no roteiro.

Leia mais  Mendoza: Um roteiro com status de arte na Argentina

 

Único berçário de baleias-franca do Brasil, o litoral catarinense recebe centenas desses animais todos os anos. Eles migram das Ilhas Geórgias do Sul, na Antártida, em busca de águas mais quentes e calmas para se reproduzir. Todavia, as francas também vão ao local para ter seus bebês e amamentá-los. Conforme o Instituto Australis, 284 baleias francas estiveram na costa cartarinense em 2018. Sem dúvida, foi o maior número dos últimos 31 anos.

Leia mais  Apesar de riscos, baleias russas serão liberadas em novo habitat

 

Entretanto, além do observatório terrestre, Santa Catarina retomou em 2019 o Turismo de Observação de Baleias Embarcado (Tobe). Cinco operadoras se cadastraram para realizar os passeios, que têm início no dia 15 de agosto. Segundo o Australis, os meses mais propícios a avistamentos, principalmente das mães com filhotes, são de agosto a outubro.

Milhares de baleias Jubarte procuram o litoral do Nordeste do Brasil todos os anos para acasalar
Milhares de baleias Jubarte procuram o litoral do Nordeste do Brasil todos os anos para acasalar. Crédito da foto: Divulgação / Projeto Baleia Jubarte

 

Bahia na rota da baleia jubarte

Da mesma maneira, a temporada de observação de baleias está começando no Nordeste. No entanto, nesta região, o espetáculo fica por conta da rota da baleia jubarte. De acordo com observadores, o litoral baiano deve registrar a maior concentração da espécie. Em contraste com o Ártico, a elevada temperatura das águas faz da costa baiana o local ideal para mamíferos marinhos procriarem. Conforme o Instituto Baleia Jubarte, mais de 20 mil animais frequentarão a costa do País neste período.

A Rota da Baleia Jubarte inclui Salvador, Praia do Forte, Morro de São Paulo, Itacaré, Barra Grande, Porto Seguro, Prado e Caravelas (Abrolhos). O arquipélago de Abrolhos, na divisa do sul da Bahia com o Espírito Santo, é considerado o maior berçário desses animais. As embarcações de turismo partem de Caravelas em direção a Abrolhos. Após viagem de aproximadamente quatro horas, os visitantes já podem assistir ao espetáculo das baleias, seus jatos de água e movimento da cauda. (Da Redação)

Comentários