Motor

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat

Modelo pode rodar até 80 km a 80 km/h com pneu totalmente vazio
EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
Crédito da foto: Divulgação

A Ford já está distribuindo para seus concessionários a linha 2020 do Ford EcoSport e a grande novidade é a versão Titanium que vem com design renovado e equipada com pneus Run Flat. É o primeiro carro nacional a adotar essa tecnologia que permite rodar com pneus totalmente vazios por uma distância de 80 quilômetros sem prejudicar a segurança de seus ocupantes. Até agora esse tipo de pneu só era encontrado em modelos importados.

A linha do Ecosport continua a oferecer também as versões SE, FreeStyle e Storm. Apresentado no último Salão do Automóvel, o EcoSport Titanium 2020 foi um dos modelos mais comentados da mostra por renovar um dos elementos mais identificados com o design original do veículo. Sua nova traseira de linhas modernas e elegantes segue a tendência de SUVs de vocação mais urbana.

Essa renovação visual vem acompanhada de um recurso importante de segurança. Os pneus Run Flat, ou ZP (Zero Pressure), se caracterizam pelas laterais reforçadas que permitem continuar rodando mesmo se um deles perder totalmente a pressão, dentro de certos limites de distância e velocidade. Ou seja, em caso de furo o motorista é avisado pelo sistema de monitoramento de pressão dos pneus e não precisa interromper a viagem, podendo fazer o conserto depois, com segurança, no momento e local mais convenientes.

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
Crédito da foto: Divulgação

O novo EcoSport Titanium vem com pneus Michelin ZP que podem percorrer até 80 km à velocidade de 80 km/h com pressão zero. Usando o kit de reparo que acompanha o veículo, essa distância é ampliada para 200 km, mantendo o mesmo limite de velocidade. Por essa razão, veículos equipados com a tecnologia Run Flat dispensam o uso de estepe, macaco e chave de roda.

Equipado com o motor 1.5 Ti-VCT Flex de três cilindros, de 137 cv, e transmissão automática de seis velocidades com teclas “paddle shift” no volante, o EcoSport Titanium 2020 também chama a atenção pelo conteúdo e preço competitivos. Esse mesmo motor equipa também as versões SE e FreeStyle. A única versão que tem motorização diferenciada é a Storm, que tem motor 2.0 e tração nas quatro rodas.

O EcoSport Titanium tem preço sugerido de R$ 103.890 e vem com teto solar elétrico, sete airbags, sistema de monitoramento de ponto cego e tráfego cruzado, painel “soft touch”, bancos de couro ecológico, sensor de presença para acesso inteligente e partida sem chave, central multimídia SYNC 3 com tela de 8”, luzes diurnas de LED, sensor de chuva e rodas de liga leve de 17”.

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
Crédito da foto: Divulgação

O time de engenharia da Ford também desenvolveu uma nova calibração da direção elétrica e revisou os sistemas de suspensão e freios para garantir o desempenho, a dirigibilidade e a economia de combustível do EcoSport Titanium, que ficou 13 kg mais leve. Esse trabalho de refinamento envolveu também o conforto acústico da cabine, que continua a ser um dos melhores da categoria.

Linha EcoSport

A linha EcoSport 2020 oferece uma ampla gama de opções para o consumidor que busca um SUV compacto. A versão de entrada a SE, com motor 1.5, já vem equipada com controle eletrônico de estabilidade e tração, assistente de partida em rampa, sistema de proteção anticapotamento, rodas de liga leve de 15” e central multimídia SYNC 2.5 com tela sensível ao toque de 7 polegadas. Seu preço é R$78.990 com transmissão manual e R$84.990 com a automática.

O modelo FreeStyle, com motor 1.5 e acessórios de estilo diferenciado, acrescenta itens como ar-condicionado automático e digital, câmera e sensor de ré, bancos em couro ecológico e tecido e rodas de liga leve de 16”, por R$85.890 na versão manual e R$91.890 na automática.

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
Crédito da foto: Divulgação

O EcoSport Storm é o único da nova linha equipado com motor 2.0, de 176 cv, e tração 4WD, além de transmissão automática e design exclusivo. Vem com capa de estepe rígida personalizada, teto solar elétrico e outros equipamentos da versão Titanium, por R$108.390.

A Ford oferece ainda para a linha Ecosport 2020 revisões, peças e seguro com preços competitivos. As três revisões anuais do EcoSport Titanium, por exemplo, cobrindo o período de 36 meses de garantia, saem R$1.837 pelo sistema preço fixo da Ford. Além disso, como promoção de lançamento os clientes que financiarem o SUV pela Ford Credit podem contratar o seguro da Mapfre pela taxa de 2,01% do valor do veículo, o mais barato do segmento.

Entenda como o Run Flat funciona

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
No painel, um gráfico mostra a pressão de cada pneu. Crédito da foto: Divulgação

O Ford EcoSport é o primeiro SUV no mercado brasileiro a trazer a tecnologia Run Flat, até então disponível somente em carros do segmento premium. Sua principal vantagem é a tranquilidade de não precisar parar o carro em situações que poderiam representar um risco à segurança.

Um ou mais pneus podem ficar totalmente vazios em decorrência de furos ou cortes e assim mesmo percorrer uma distância de 80 quilômetros, a 80 km/h. Isso é possível devido à estrutura diferente do pneu e da roda. Mesmo rodando essa distância, o pneu com furo na banda de rodagem não é perdido. Com rasgo na lateral, não poderá ser recuperado. Um pneu convencional para o EcoSport custa R$ 660, enquanto que o Run Flat custa R$ 900, 36% a mais.

EcoSport perde estepe externo e ganha pneus Run Flat
Acompanha o modelo um kit de reparo do pneu. Crédito da foto: Divulgação

Os pneus do novo EcoSport Titanium são do tipo ZP (Zero Pressure), da Michelin. Também chamados de autossuportantes, eles têm flancos, ombros e talões projetados para suportar a carga em caso de queda de pressão e permitem continuar a rodar. Como todo veículo que usa pneus do tipo Run Flat, o EcoSport Titanium vem equipado com sistema de monitoramento de pressão dos pneus e kit de reparo. Um mostrador em forma de gráfico na tela do painel indica a calibração individual de cada pneu e, quando identifica pressão baixa, gera um alerta visual e sonoro para o motorista. O kit de reparo é composto por um compressor que funciona conectado à tomada 12 V do veículo e um frasco de líquido selante e custa R$ 266). (Com informações do fabricante)

Comentários