Mix

Venda on-line cresce e há sobrecarga; entrega pode atrasar

Venda on-line cresce e há sobrecarga; entrega pode atrasar
Crédito da foto: Marcos Santos / USP Imagens

A corrida de consumidores às lojas físicas de supermercados que houve na semana passada, movimento comparável aos dias que antecedem o Natal, também ocorreu no mundo virtual. As duas maiores redes de supermercados do País, o Carrefour e o Grupo Pão de Açúcar (GPA), não dão detalhes de quanto cresceram as vendas online nesse período por causa da epidemia do novo coronavírus, muito menos do prazo maior para entregar os pedidos virtuais. Mas admitem que houve sobrecarga no sistema.

O Carrefour informa, por meio de nota, que notou “aumento significativo de pedidos via e-commerce”. De acordo com a empresa, por causa desse “cenário de exceção é natural que o tempo de entrega acabe se estendendo um pouco”.

Questionado sobre os prazos mais longos de entrega, o GPA informa, por meio de nota, que “as entregas estão sendo realizadas de acordo com a disponibilidade de datas informadas no momento da compra”. (As informações são do Estadão Conteúdo).

Comentários