Mix

Recepcionista de Votorantim vende brigadeiros para visitar Jackie Chan na China

A fã do ator quer arrecadar cerca de R$ 8 mil para custear as passagens e o visto
Débora Moraes durante a preparação dos brigadeiros. Crédito da foto: Erick Pinheiro/Jornal Cruzeiro do Sul

Débora Moraes tem 31 anos e é uma fã declarada do ator chinês Jackie Chan, conhecido por interpretar diversos papéis em filmes de ação. A moradora de Votorantim, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), ganhou um sorteio para ir à China ver o ídolo e, para isso, irá vender brigadeiros para arcar com os custos das passagens e o visto para o país, cerca de R$ 8 mil. O embarque deve ocorrer em 19 de julho.

O sorteio foi promovido pelo próprio site oficial do ator, como um presente para alguns dos fãs de todo o mundo que concorreram. Débora trabalha durante o horário comercial como recepcionista em uma empresa e, à noite, em alguns dias da semana, como animadora em um buffet de festa infantil de Votorantim.

“São cinco dias na China, com tudo pago. Preciso trabalhar para conseguir o valor das passagens e do visto”, comentou Débora.

O primeiro contato de Débora com os filmes de Jackie Chan foi aos 12 anos, quando assistiu junto com os pais a uma fita alugada do longa-metragem “Operação Condor 2”, de 1991. Segundo ela, foi amor à primeira vista e, na época, a menina até pensava que iria se casar com o ídolo.

Leia mais  Doação em Votorantim é alvo de denúncia no Ministério Público
Embarque está previsto para ocorrer no dia 19 de julho. Crédito da foto: Erick Pinheiro/Jornal Cruzeiro do Sul

Desde então, o amor por Jackie só aumentou. Em 2014, participando pela primeira vez do sorteio, Débora foi uma das ganhadoras para ir à China, quando finalmente conheceu o ator. Mas, mesmo com as despesas de estadia arcadas pela produção de Jackie Chan, ela precisava levantar o dinheiro para as passagens e o visto, quando teve a ideia de vender os brigadeiros.

No evento, em 2014, realizado para reunir os fãs de Chan no aniversário dele, o ator chinês prometeu que faria a mesmo reunião cinco anos depois, em 2019. O que Débora não contava é que ela seria novamente uma das ganhadoras.

O plano da fã é de fazer os docinhos e vendê-los após o expediente de trabalho, nos dias de folga do buffet. “Pretendo vender depois do meu trabalho nas ruas do Centro de Votorantim e no semáforo”, explicou. Os anúncios dos brigadeiros também estão sendo feitos pelas redes sociais de Débora.

Ela optou por fazer o sabor tradicional e já investiu nos ingredientes para a primeira leva de docinhos. Os brigadeiros serão ofertados por unidade, ao custo de R$ 2,50, e uma bandejinha com quatro, por R$ 10.

Leia mais  A importância da higiene nos bebedouros dos beija-flores

Aventura na China

Débora foi sorteada em 2014 para conhecer Jackie Chan. Crédito da foto: Erick Pinheiro/Jornal Cruzeiro do Sul

Em outubro de 2013, Débora entrou no site oficial de Jackie Chan para verificar a data de lançamento de um filme, quando se deparou com uma nota de rodapé sobre o sorteio que garantia a alguns fãs uma visita ao país para conhecê-lo, em 2014.

O resultado foi divulgado em 14 de fevereiro de 2014, data em que Débora descobriu que finalmente conheceria seu ídolo de infância e da vida. A partir daí, ela começou com o processo para tirar passaporte e solicitar o visto chinês.

Na época, trabalhando em uma escola, teve a ideia de fazer os brigadeiros para arrecadar o dinheiro das passagens. Ela conta que foram mais de mil docinhos vendidos para financiar o sonho. “Embarquei para a China no dia 3 de abril de 2014. Tinha bastante gente, cerca de mil pessoas de 52 países”, lembrou a fã.

Leia mais  Homem é encontrado morto no rio Sorocaba, em Votorantim

E foi nesse evento que o ator prometeu aos fãs de todo o mundo que gostaria de realizar uma nova reunião, cinco anos depois da primeira. O sorteio foi aberto em 7 de abril deste ano.

Porém, segundo Débora, a agenda dele não estava disponível para o seu aniversário, por isso o encontro será, desta vez, em julho. “Agora tenho que movimentar o dinheiro para conseguir ir… De brigadeiro em brigadeiro para conseguir o dinheiro”, declarou Débora. (Aline Albuquerque)

 

 

Comentários

CLASSICRUZEIRO