fbpx
Mix

Dicas para o tutor manter a saúde e o bem-estar do pet

Pets trazem alegria aos lares, mas também requerem cuidados
Dicas para o tutor manter a saúde e o bem-estar do pet
Promover passeios e atividade física é responsabilidade do tutor. Crédito da foto: Pixabay.com

Segundo o Radar Pet, em um levantamento realizado pela Comissão de Animais de Companhia (Comac), do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), há no Brasil cerca de 52 milhões de cães e 46% das famílias têm algum pet.

Eles trazem alegria aos lares, mas também requerem cuidados. Adotar um animal é assumir a responsabilidade de ser um tutor, sendo responsável pela saúde, alimentação, segurança e afeto que os animais precisam para uma vida saudável. “O conjunto de todos esses cuidados é o que chamamos de posse responsável”, explica Jaime Dias, médico veterinário.

Leia mais  Gatinha Jade está desaparecida na Vila Santana, em Sorocaba

 

O tutor deve ter em mente uma série de recomendações para garantir o bem-estar do seu cão. Dias começa destacando que o tutor deve levar o seu cão ao médico veterinário pelo menos uma vez ao ano para check-up. “Uma visita à clínica pode, por exemplo, detectar o surgimento de doenças ainda em estágios iniciais, o que facilita o tratamento”, pondera o veterinário.

Alimentação balanceada é outro ponto importante para a saúde dos pets. O tutor não deve oferecer qualquer tipo de alimentos aos cães. Uma ração de boa qualidade e balanceada, suprem todas as necessidades do animal, exceto quando se faz necessário o uso de suplementos nutricionais.

“Além disso, alimentos como alho e a cebola, usados para temperar diversos pratos, podem ser tóxicos aos pets”, diz. Uma alimentação adequada também auxilia na manutenção de uma pelagem forte e bonita.

O cuidado com o animal passa também pelo controle de parasitas como pulgas e carrapatos. Até mesmo os cães que ficam quase o tempo todo dentro de casa correm risco de contato com esses parasitas. Isso pode ocorrer, por exemplo, durante o passeio diário. Os passeios, inclusive, também estão na lista de cuidados com o pet, eles fazem bem para a saúde emocional e física dos cães.

Eles se divertem e ainda praticam exercícios, o que é importante para evitar sobrepeso e doenças que podem surgir devido à obesidade, como a osteoartrite, enfermidade crônica e degenerativa que promove desgaste das cartilagens e ossos das articulações. (Da Redação)

Comentários

CLASSICRUZEIRO